As vozes silenciadas – por Marquelino Santana

As vozes silenciadas – por Marquelino Santana

Foto:

O aviltamento opróbrio de agressões externas ao lugar amazônico é uma prova irrefutável da crueldade e absurdez humana doentia. A desterritorialização das populações originárias e tradicionais da Amazônia asfixia a dignidade humana e desonra de maneira esdrúxula a nossa soberana carta magna brasileira.
 
O exacerbado poder escalado no ápice da pirâmide social vigente, encurrala e extermina os povos da verde mata através de um dissabor alcantilado da vida que avassala e sepulta o lugar, e ainda condena de forma horripilante os saberes populares alojados divinalmente nos valores humanos ontológicos da imaculada alma em agonia.
 
Uma árvore que tomba é uma vida que perde a humanidade, uma família desterrada é uma afronta ao seu país, um filho que clama por um pedaço de pão é uma dor inaceitável no coração dos pais, um varadouro sombrio é um caminho sem escola, e uma seringueira sem veia é tristemente desprovida de leite materno, enquanto o lar sagrado curva os joelhos ao chão, na esperança de alcançar a tão almejada justiça social, tão prometida, mas tão distante das minorias sociais marginalizadas da floresta.
 
Os povos da verde mata são arrebatados com ódio e aversão, essa ordem aversa e repugnante coloca esse obstinado mundo no auge conflitante da desordem, batendo assim, o martelo malévolo que esfacela o lugar amazônico, anunciando de forma fútil e desregrada o lamentável estágio da derrocada humana.
 
O eco das batidas excludentes do martelo é ouvido à distância nos pratos vazios de uma mesa faminta, os talheres são as próprias mãos calejadas pelo tempo, e a luz do candeeiro se apaga para que a mãe-da-lua cante a melodia fúnebre das vozes silenciadas da Amazônia brasileira.
Direito ao esquecimento
Como você avalia a gestão do prefeito Armando em Seringueiras?
Qual pré-candidato à Prefeitura de Ouro Preto do Oeste tem sua preferência?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS