O BOTICÁRIO: Tampas de embalagem de nova fragrância feitas por reúso do óleo de cozinha

A iniciativa prevê reduzir o uso de 11,68 toneladas de matéria-prima virgem e diminuir as emissões de gases de efeito estufa, contribuindo para um futuro mais sustentável

O BOTICÁRIO: Tampas de embalagem de nova fragrância feitas por reúso do óleo de cozinha

Foto: Assessoria

Arbo, marca de perfumaria do Boticário com a ambição de se tornar a mais sustentável entre as demais, segue avançando em atributos de embalagem e composição de fragrância, reforçando o compromisso em trazer inovações que diminuam o impacto na natureza e contribuam para um planeta mais equilibrado. Alinhado a isso, Arbo Puro, recente lançamento da marca, compactua com a diminuição do uso de materiais não renováveis e apresenta inovações em sua formulação e embalagem. 
 
O projeto, em parceria com as empresas Nest, Borealis e Aptar, prevê a substituição de recursos fósseis por matérias-primas renováveis, visando eliminar gradualmente os plásticos utilizados na indústria da beleza. Segundo Gustavo Dieamant, diretor-executivo de P&D do Grupo Boticário, a iniciativa contribui para a transformação sustentável do setor de beleza, alinhada às estratégias climáticas e à meta de desenvolvimento do Grupo Boticário, em reduzir o impacto ambiental dos produtos por meio da utilização de matérias-primas de fontes renováveis e/ou fontes alternativas de menor impacto até 2030. 
 
“Em vez de petróleo bruto, para o desenvolvimento da nova tampa, são utilizados materiais de base biológica, como rejeito de óleos e gorduras coletados de restaurantes e indústrias de alimentos, na produção de polipropileno (PP) de segunda geração, feito de matéria-prima renovável e atestado pela International Sustainability & Carbon Certification (ISCC). Por meio da abordagem de balanço de massa, essa iniciativa visa reduzir não só o consumo de plástico obtido a partir do petróleo, como também as emissões de gases de efeito estufa, já que a nova tampa emite 51% menos dióxido de carbono (CO2) equivalente. A iniciativa ainda prevê reduzir o uso de 11,68 toneladas de matéria-prima virgem, sem impactar a cadeia de reciclagem do polipropileno, pois o novo material pode ser reciclado normalmente na cadeia já consolidada no Brasil”, comenta.
 
51% menos emissões de CO2 e 11,68 toneladas a menos de matéria-prima virgem (com base na projeção de vendas de 2024), em comparação com outras tampas do portfólio de Arbo desodorante colônia.
 
Como parte do processo, o Grupo Boticário contou com o apoio e incentivo de empresas parceiras que compactuam com a agenda da companhia em favor do meio ambiente. Para a coleta dos óleos e gorduras no mundo todo e transformação em Neste RETM (substituto do petróleo), a marca contou com a Neste, maior produtora mundial de combustíveis para aviação e matérias-primas renováveis para polímeros e produtos químicos. A partir desse processo, a empresa Borealis, um dos principais fornecedores mundiais de soluções avançadas e sustentáveis de poliolefinas, recebeu o Neste RETM e o transformou na resina PP, comercializada como Bornewables. Por fim, a AptarGroup, líder global em distribuição de medicamentos, produtos de consumo e soluções de ciência de materiais ativos, recebeu a resina e a transformou nas tampas dos produtos. A parceria permitiu uma colaboração rápida para levar às prateleiras embalagens cosméticas de base renovável, utilizando a abordagem de balanço de massa, que garante segurança e desempenho (semelhante ao virgem), ao mesmo tempo que reduz significativamente a pegada de carbono.
 
Para além da embalagem, a formulação da fragrância é composta por 92% de ingredientes de origem natural e promove a sensação de acalmar a mente – segundo teste de eficácia percebida realizado com consumidores – e contém Eco Álcool, feito a partir do bagaço da cana-de-açúcar e outros resíduos de biomassa, que antes eram queimados ou descartados. 
 
Toda a linha Arbo possui frascos que possibilitam a refilagem, ampliando a vida útil da embalagem (frasco, atuador e tampa) e permitindo reduzir em 89% o uso de materiais – em comparação com a embalagem dos desodorantes colônias regulares. O refil é feito de alumínio, um material leve e altamente reciclável, que garante a preservação da fragrância e permite que a refilagem do produto seja feita em casa, unindo inovação, sustentabilidade e praticidade. 
Direito ao esquecimento
Como você classifica a gestão de Cleiton Cheregatto em Novo Horizonte do Oeste?
Quem é mais culpado pelas enchentes em Porto Velho?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS DESTAQUES EMPRESARIAIS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS