BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Enquanto não chega a vacina, prevenção e testes são armas para atuar no combate

Farmácias de Porto Velho investem para ajudar pacientes a se proteger na pandemia

PUBLIEDITORIAL

27 de Novembro de 2020 às 08:26

Atualizada em : 01 de Dezembro de 2020 às 08:17

Foto: Divulgação

 

De um lado, a contagem regressiva da ciência para disponibilizar, no máximo no primeiro semestre de 2021, a vacina contra a Covid-19. Do outro, a explosão de mais casos de contaminação pelo novo coronavírus, por causa do relaxamento das medidas necessárias para conter o avanço da doença.

 

Enquanto não chega o imunizante, a medida eficaz continua sendo o reforço na prevenção - distanciamento social, o uso de máscara e higienização das mãos com álcool em gel -, além de testes.  

 

Para incentivar seus clientes e  pacientes a se precaver já que o diagnóstico precoce ajuda no tratamento, as lojas da Farmácia Super Popular – Nações Unidas e Abunã – estão incentivando seus clientes a realizar testes de Covid-19, cujos sintomas e reações no organismo ainda são encarados como mistérios por se tratar de uma doença recém descoberta.

 

Segundo o farmacêutico clínico hospitalar e bioquímico,  Miller Freire, que comanda as duas farmácias em Porto Velho, além do avanço nos testes de Covid – 19, a proposta é garantir bem-estar físico, mental e social para clientes e pacientes com um atendimento humanizado.

 

“Procuramos prestar a melhor atenção e assistência farmacêutica aos nossos clientes e pacientes, com um diagnóstico preciso e imediato”, diz ele, ressaltando que o acompanhamento médico é fundamental na busca do atendimento adequado. “Por ser uma doença nova, a Covid tem uma evolução imprevisível sem tratamento específico, por isso a necessidade de procurar um médico”, alerta Miller.

 

Quase um ano depois do surgimento do novo coronavírus em Wuhan na China, a população mundial convive com uma boa e má notícia diante da Covid-19. 

 

A informação positiva é que os estudos comprovam a eficácia das vacinas que estão em andamento. A situação preocupante é o surgimento de novos casos na Europa, Estados Unidos e também no Brasil, quando se pensava que o pior já tinha passado. 

 

Direito ao esquecimento

MAIS DESTAQUES EMPRESARIAIS