BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

VIOLÊNCIA CONTRA MULHER: 'Não consigo sentir raiva. Tenho pena dele', diz mãe de miss morta pelo ex

Em entrevista ao site Universa, ela conta que a filha sempre teve o amor e a alegria como lema e que prefere preservar esses sentimentos ao invés do rancor

PORTAL DO HOLANDA

23 de Maio de 2020 às 11:17

Foto: Divulgação

Neyla Mota, mãe da miss Kimberly Mota, 22, assassinada a facadas pelo ex-namorado Rafael Fernandez, afirma que apesar da dor de perder a filha, não consegue sentir ódio do rapaz, mas sente “pena dele”.
 
Em entrevista ao site Universa, ela conta que a filha sempre teve o amor e a alegria como lema e que prefere preservar esses sentimentos ao invés do rancor:
 
"Eu não consigo ter raiva, rancor ou ódio. Muitas pessoas me criticam por isso, mas se eu sentir raiva, rancor e ódio, estarei me prejudicando. Se eu bater nele e espancá-lo, isso não irá trazer minha filha de volta. Que agora ele se entenda com Deus. O que posso fazer é lutar por Justiça para que pague pelo que cometeu”, desabafa a técnica de enfermagem.
 
Neyla diz ainda que Rafael destruiu não só a família dela, mas também a dele, que perdeu o pai dias depois da morte de Kimberly:
 
"Tenho pena dele pelo que ainda vai passar na prisão, pois não destruiu apenas a minha família, mas a dele também. Meu sentimento é desejo de justiça para que ele fique preso."
 
Veja mais:
 
 
 
 
 
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS