BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESPAÇO ABERTO: Mais uma cidade de Rondônia restringe circulação de pessoas

Confira a coluna de Cícero Moura

CÍCERO MOURA/RONDONIAOVIVO

14 de Maio de 2020 às 09:03

Atualizada em : 14 de Maio de 2020 às 15:28

Foto: Divulgação

TAMBÉM RESTRINGIU
 
Depois de candeias do Jamari, agora é a vez de Vilhena restringir a circulação de pessoas nas ruas. Foi decretado nesta quarta-feira, 13, o nível de Emergência em Saúde Pública na cidade, o mais alto dos três níveis de alerta instituídos pela lei municipal n° 5.285.
 
MEDIDA
 
Pela decisão, que entra em vigor na próxima segunda,18, está proibida a circulação de pessoas e veículos em vias públicas entre as 11h da noite e 5h da manhã, bem como ficam  impedidos de entrar em Vilhena viajantes com sintomas de covid-19 que não morem no município.
 
BARREIRAS
 
O novo decreto determina a instalação de Barreiras Sanitárias nos principais acessos ao Município de Vilhena, para restringir a permanência de pessoas no município. Serão impedidas de entrar na cidade os ocupantes de veículos que não comprovarem residência no município, com quadro de febre ou outros sintomas característicos da covid-19.
 
SE HOUVER EMERGÊNCIA
 
Atualmente Vilhena tem 36 leitos, sendo 10 UTIs com respirador e 26 leitos de internação comum. Porém, não há nenhum paciente suspeito ou confirmado em internação na cidade.
 
APROVADO
 
Bancários do Itaú aprovaram acordo de banco de horas negativo, que garante direitos aos trabalhadores que estão afastados ou em regime de rodízio nas agências, por conta da pandemia de coronavírus.
 
NÃO VÃO PAGAR
 
O acordo prevê abono dos meses de março e abril (ou seja, as horas devidas pelos bancários nesses meses não serão cobradas) e ainda desconto de 10% nas horas devidas a partir do mês de maio.
 
NO ESTADO
 
Mais de 70% dos empregados do Itaú em Rondônia participaram da votação online, e aprovaram a proposta da empresa quanto ao banco de horas, com 93,44% dos votos, atendendo a recomendação do Sindicato. A votação da assembleia virtual aconteceu das 8 horas do dia 11, segunda-feira, até às 18 horas de terça-feira, 12.
 
VALIDADE
 
O acordo só é válido para quem se encontra em casa sem trabalhar, uma vez que os bancários que estão em regime de home office cumprem suas jornadas e não sairão devendo horas ao banco.
 
SEM AJUDA
 
Após receber reclamações de membros da Associação dos Renais Crônicos do Estado de Rondônia, o deputado Dr. Neidson (PMN) encaminhou ofício ao prefeito de Guajará-Mirim, Cícero Noronha, solicitando, com urgência, a disponibilidade do município hospedar e oferecer alimentação aos pacientes dialíticos que necessitam realizar hemodiálise em Porto Velho.
 
 
DESLOCAMENTO
 
Segundo Neidson, os pacientes precisam viajar até a capital de ônibus, de duas a três vezes por semana, o que os coloca em extrema situação de risco de contaminação pelo novo Coronavírus, por serem do grupo de risco. 
 
AUXÍLIO
 
O deputado afirma que o pedido pode ser atendido já que, segundo ele, a prefeitura de Guajará-Mirim teria recebido do Governo Federal recursos de cerca de R$ 7 milhões para ser aplicado na saúde.
 
DESPESAS
 
Dr Neidson diz que com a verba, a Prefeitura de Guajará-Mirim tem condições de reservar um hotel para estes pacientes e custear suas hospedagens enquanto durar a pandemia no estado.
 
MAIS UMA PROMESSA
 
O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, confirmou o término da construção da ponte sob o rio Abunã na BR-364, que liga os estados de Rondônia e Acre, ainda no segundo semestre de 2020.
 
PELA INTERNET
 
A afirmativa do ministro foi dada através das redes sociais em resposta ao questionamento de um cidadão sobre a situação da BR-364 no trecho que atualmente está precário.
 
CONVERSA MOLE
 
No início do ano passado, quem discursou prometendo a conclusão da obra e dignificando sua importância para Rondônia e Acre foi o senador Marcos Rogério. Tem entrevista dele arquivada dizendo: “ até março ( de 2019 ) já estaremos comemorando a inauguração dessa grande obra”. Tá bom.
 
PERIGO NO LACEN
 
Denúncia de servidores do Laboratório Central do Estado afirma que profissionais do local estão sendo contaminados por falta de gestão e protocolos dentro da própria unidade de saúde.
 
EM OBSERVAÇÃO
 
Servidores com suspeita de coronavírus estariam tendo que trabalhar normalmente até a confirmação dos exames. Os funcionários dizem que se a pessoa testar positivo já poderá ter contaminado outros colegas durante o tempo que aguardou o resultado.
 
OUTRO LADO
 
A diretora do Lacen, Cicilea Corrêa, disse que não há ninguém trabalhando com sintomas do Covid-19. Todos que foram contaminados foram afastados, inclusive ela. Cicilea informou que foi infectada e, na segunda-feira quando testou positivo, imediatamente foi para casa ficar de quarentena.
 
MAIS UMA FASE
 
A Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), recebeu do Ministério da Saúde  138 mil doses da vacina contra a Influenza (A-H1N1, Influenza A-H3N2 e Influenza B), para a terceira e última fase dessa campanha, que iniciou na segunda-feira (11) e vai até domingo,17.
 
ALVO
 
Nesse período, serão vacinadas crianças de seis meses a cinco anos de idade, pessoas com deficiência, gestantes, puérperas (aquelas que deram à luz recentemente) até 45 dias após o parto. Após as 3 fases da campanha, a Agevisa esperar ter atingido a meta de 90% da população vacinada contra o vírus Influenza.
 
MÁSCARAS
 
Para quem for levar criança junto a orientação é para que elas estejam com máscara. Para os especialistas da área da saúde, as crianças, apesar de não estarem no grupo de risco para casos graves da doença, podem transmitir o vírus sem sintomas.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS