COLUNA SEMANAL: Ação energica das forças policiais faz número de assassinatos cair na capital

Federação de Futebol sob ataque, BR 319 em discussão, pastores pagam impostos, Dia Mundial do Fusca e muito mais

COLUNA SEMANAL: Ação energica das forças policiais faz número de assassinatos cair na capital

Foto: Divulgação

 
Pastores devem pagar
 
Você paga impostos. O comerciante paga impostos. O servidor público paga impostos. As escolas e hospitais pagam impostos. Ou seja, todos pagamos impostos. Existem duas coisas no mundo que ninguém escapa, que são os impostos e a morte. Sendo assim, não faz sentido a grita dos setores evangélicos que se sentiram prejudicados com  o fim da isenção tributária para pastores não pagarem a parte deles à Receita Federal, como qualquer cidadão brasileiro.
 
 
Privilégio
 
 
A volta dessa justa cobrança de impostos foi determinada pela Receita Federal e publicada no Diário Oficial da União (DOU) da última quarta-feira (17/1). Assinado pelo secretário do Fisco, Robinson Barreirinhas, o ato declaratório interpretativo suspende o benefício concedido pela Receita em 29 de julho de 2022, durante o governo Jair Bolsonaro (PL). Na época, o ex-presidente para agradar a bancada evangélica e angariar votos, em plena campanha eleitoral, desse segmento, decidiu criar esse privilégio. A grita contra, é claro, tem sido grande por parte dos líderes evangélicos. Mas, por mais que reclamem, a medida só está corrigindo uma distorção na cobrança de tributos em nosso país. Vamos aguardar os próximos rounds dessa briga!
 
 
CPI das Igrejas
 
 
 
 
Essa questão da cobrança de impostos dos pastores trouxe ao centro das discussões, uma outra situação. Trata-se da criação da CPI das Igrejas Evangélicas. Aliás, com o pedido de CPI para o padre Julio Lancellotti, em São Paulo, o que não faltou foi gente pedindo a abertura de uma comissão para investigar as contas e o enriquecimento de pastores. Porém, apesar de louvável, a ideia já nasceu morta. Nem o Governo Federal e nenhum parlamentar vai querer colocar rosto para ser o pai dessa ideia. Ninguém quer se indispor com a bancada evangélica que, de certa forma, domina o Congresso Nacional e tem força suficiente para barrar os projetos do governo e enterrar a carreira política de qualquer parlamentar. Bíblia e voto no Brasil tem muito poder e influência. Assim, é melhor deixar quieta essa conversa!
 
 
17 por dia
 
Agora, que tem muito espertalhão se aproveitando e usando a palavra de Deus para melhorar a renda e pouco se importando com o povo, isso tem. Só para se ter uma ideia, são abertos no país, uma média de 17 novos templos todos os dias, segundo levantamento do jornal ‘O Estado de São Paulo’. Ao todo, oficialmente, são 109,5 mil templos espalhados nos mais diversos pontos do país.
 
 
 
109, 5 mil igrejas
 
 
Uma pesquisa do Centro de Estudos da Metrópole (CEM), ligado à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), mostrou que em 2015, o país contava com cerca de 20 mil igrejas evangélicas, saltando para 109,5 mil em 2023. O predomínio é das denominações pentecostais (48.781 templos), como a Assembleia de Deus, Igreja Quadrangular e a Deus é Amor. É meus caros leitores, se dependesse da fé o Brasil era para estar no primeiro mundo, com saúde, educação, segurança, sem pobreza e infraestrutura de qualidade, porém, não é isso o que ocorre. Precisamos rezar mais e votar melhor! Quem quiser visite a página 'Outfitdotemplo' do instagram , para entender um pouco sobre o destino do dinheiro que muitos fiéis depositam nas igreja.
 
 
 
BR 319
 
 
Falando em infraestrutura, a pavimentação da BR 319 foi o principal assunto de uma audiência pública realizada na última terça-feira(16), na sede da Superintendência do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), em Porto Velho. Participaram representantes do Ministério dos Transportes; Governo de Rondônia; deputados federais rondonienses; do Exército; da Polícia Rodoviária Federal; sindicatos de trabalhadores de Rondônia e do Amazonas; associações indígenas; empresários e imprensa. A necessidade de se asfaltar essa estrada que liga Porto Velho à Manaus é algo necessário para tirar as populações do isolamento como também para fortalecer as economias do Amazonas e Rondônia, com uma nova alternativa de transporte, tirando a dependência de aviões e barcos. Isso, claro, sem nos esquecer da questão ambiental. O mundo está de olho na Amazônia e qualquer sinal de desrespeito à floresta é prejudicial para a imagem e negócios do Brasil no exterior.
 
 
Poucos parlamentares
 
A iniciativa da audiência foi muito válida, a pena é que os parlamentares rondonienses talvez, não tenham percebido a importância desse debate. Apenas os deputados federais Fernando Máximo e Lebrão estavam presentes; por parte do Governo de Rondônia, somente o vice-governador, José Gonçalves. O impacto que essa estrada pode trazer na economia rondoniense é imenso, sendo assim, merecia uma atenção bem maior por parte da classe política local. Está passando da hora da Assembleia Legislativa chamar para si esse debate sobre a BR 319. Deputados Estaduais, acordem!
 
 
Heitor Costa
 
 
E o futebol rondoniense está nas manchetes, não pelo desempenho, que é pífio, mas pela rebelião do clube Real Ariquemes contra a Federação de Futebol do Estado de Rondônia. A palavra de ordem é mudança. O alvo é o atual presidente da entidade, Heitor Costa, que está no cargo há mais de 40 anos, ou seja, é quase vitalício. Está que nem o papa, só perde o cargo quando morre ou abdica. Ele é o terceiro mais antigo do Brasil, só perde para os presidentes das federações do Acre e Roraima, todos do norte do Brasil. 
 
 
 
CBF
 
Até a Confederação Brasileira de Futebol deu apoio pela continuidade de Heitor à frente da federação. Mas a verdade é que a insatisfação com os rumos da gestão do futebol em nosso Estado foi escancarada e em qualquer roda de conversa sobre o futebol local, o que não faltam são críticas a gestão do atual presidente. Além disso, basta olharmos o futebol rondoniense no cenário nacional, isso deve dizer muito sobre a forma como esse esporte está sendo gerido em Rondônia. Uma pesquisa do Rondoniaovivo junto aos internautas mostrou que, de fato, existe uma insatisfação com a atual gestão da federação local de futebol. A maioria dos votantes acreditam ser ruim a gestão de Heitor Costa na FFER. Você também pode votar no link .
Mais uma vez, vamos aguardar os próximos capítulos dessa novela!
 
 
 
Resultados
 
A Polícia quando resolve encarar os grupos criminosos, o resultado já é sentido. Com um serviço de investigação apurado, blitzes em vários pontos da capital e a repressão dura aos bandidos e assassinos que atormentam a sociedade portovelhense, já se nota uma diminuição considerável no número de assassinatos em nossa cidade. O resultado é que do dia 11 de janeiro até o dia 19, foram registrados dois homicídios. Uma redução e tanto! Afinal, do dia 1 de janeiro até o dia 12, foram 14 assassinatos na capital. Parabéns aos policiais envolvidos e que esse ímpeto de combate ao crime continue. A População agradece!
 
 
 
Civilidade
 
 
Um dado confortador para quem faz comunicação, divulgado essa semana, é que sob o Governo Lula, a  violência contra os jornalistas caiu 51,86%, em 2023. Foram 181 casos. Enquanto em 2022, foram 376 casos de profissionais de imprensa agredidos. Além disso, não tivemos presidente mandando jornalista calar a boca ou fazendo piadas de cunho sexual para com as colegas jornalistas. Parece que estamos tendo um sopro de civilidade em nosso país.
 
 
 
 
Fusca
 
 
Hoje se celebra o Dia Mundial do Fusca. Um carro que está na memória de todos os brasileiros. Díficil para quem tem mais de 30 anos olhar um exemplar desse Volkswagen e não lembrar de algum momento da vida. O carrinho de tão queridinho se tornou peça de colecionadores. Para comemorar essa data, os portovelhenses do Fusca Clube, neste sábado(20), das 08h às 12h, no complexo da Saga Veículos, na avenida Jorge Teixeira, uma exposição de veículos. Vai ter fusca de vários tipos, anos e cores. Venha celebrar também!
 
 
 
Porto Velho antiga
 
 
 
Em frente ao Palácio Getúlio Vargas, antiga do sede do Governo de Rondônia, em Porto Velho, havia uma fonte que era um cartão postal da cidade. O local inspirou muitos relacionamentos e momentos de reflexão para os traseuntes. Infelizmente, ela não existe mais. Essa fotografia é da página do Facebook ‘Retratos da História’, do pesquisador Anderson Leno, que faz um resgate histórico de nossa cidade e Estado. Vale à pena acessar e viajar na nossa história. 
Direito ao esquecimento
Como você classifica a gestão de Cleiton Cheregatto em Novo Horizonte do Oeste?
Quem é mais culpado pelas enchentes em Porto Velho?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS