VOLTA ÀS AULAS: Vacinação pode evitar adoecimentos em crianças e adolescentes nas escolas

Mais de 18 vacinas estão disponíveis nas unidades básicas de saúde de Porto Velho

VOLTA ÀS AULAS: Vacinação pode evitar adoecimentos em crianças e adolescentes nas escolas

Foto: Assessoria

O ambiente escolar é um espaço de aprendizados, trocas de experiências e de desenvolvimento das crianças e adolescentes. Mas também é um local que favorece a transmissão de uma série de doenças infectocontagiosas como a gripe, covid-19, sarampo, varicela, poliomielite, meningite, caxumba e rubéola. Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) ressalta a importância dos alunos atualizarem o cartão vacinal para um ano letivo produtivo e saudável.
 
A médica pediatra Lidiane Cavalcante explica que o momento de volta às aulas e a retomada do convívio social deixa o público infantojuvenil mais exposto a vírus e bactérias que geram diversas enfermidades.
 
“O ideal é que, antes de retornar à escola, as crianças atualizem os seus cartões de vacina. Como elas ainda estão com o sistema de imunidade em fase de desenvolvimento, naturalmente possuem mais chances de adquirir e transmitir doenças infecciosas. Ainda mais em seu ambiente escolar, onde existe maior aglomeração deste público, além do compartilhamento de brinquedos, objetos e alimentos”, afirma.
 
A pediatra ainda relata que durante o período de férias muitas famílias viajam para diversas localidades do Brasil, o que pode causar a transmissão de uma série de doenças. A médica também enfatiza que essas doenças, principalmente as infecciosas, são imunopreveníveis, ou seja, podem ser evitadas ou amenizadas com a vacinação.
 
“Viajar nas férias é a melhor hora para relaxar e não se preocupar com casa, trabalho e escola. Mas, isso deve ser diferente com a saúde. É importante que os cuidados sejam redobrados para evitar agravos. Às vezes, o vírus que circula aqui não é o mesmo em outra cidade e quando viajamos podemos levar e também trazer doenças. A vacina é crucial para a prevenção de doenças e promoção à saúde”, frisa Lidiane.
 
 
CARTÃO VACINAL EM DIA
 
A vacinação é a forma mais eficaz de prevenção contra as doenças. Em Porto Velho, os imunizantes são ofertados, gratuitamente, em todas as unidades de saúde da capital. Confira aqui o horário e endereço dos locais de imunização.
 
Mais de 18 vacinas estão disponíveis para proteger seus filhos e sua família de doenças como poliomielite, sarampo, gripe, covid-19, rubéola, caxumba, entre outras como:
 
• BCG;
• Hepatite A e B;;
• Penta (DTP/Hib/Hep.B);
• Pneumocócica;
• Meningite;
• Vacina Rotavírus Humano (VRH);;
• Febre amarela;
• Tríplice viral;
• DTP (tríplice bacteriana);
• Varicela;
• HPV.
 
 
OUTRAS MEDIDAS DE PREVENÇÃO
 
Além da vacinação, existem outras medidas preventivas que podem ser adotadas, tanto pelos pais quanto pela escola. São cuidados rotineiros de higienização e conscientização pessoal que auxiliam no combate a propagação de vírus e bactérias.
 
Na escola, é recomendado que os ambientes estejam sempre bem higienizados e ventilados e que os alunos sejam incentivados a usar álcool em gel e lavar as mãos com água e sabão. Para os pais, a recomendação é que, mediante qualquer sintoma, a criança seja avaliada por um médico, que pode recomendar afastamento temporário do ambiente escolar para evitar a transmissão em caso de confirmação de doenças infecciosas.
 
Já os estudantes devem adotar, diariamente, as seguintes medidas:
 
• Higienização frequente das mãos;
• Uso frequente de álcool em gel;
• Higiene diária do material escolar;
• Uso de lencinho descartável no ato de tossir ou espirrar;
• Não compartilhar objetos de uso pessoal.
 
 
AÇÕES
 
Com o objetivo de aumentar os índices de imunização, a Semusa desenvolve diferentes estratégias. Uma das iniciativas é a intensificação da vacinação nas escolas, realizada pelas equipes de saúde através do Programa Saúde na Escola (PSE).
 
Além disso, a Divisão de Imunização da Semusa também realiza ações estratégicas fora das unidades de saúde, a exemplo das vacinas itinerantes nas zonas rurais e distritos de Porto Velho.
 
Segundo a coordenadora da Divisão de Imunização da Semusa, Elizeth Gomes, as ações são pensadas de forma estratégica com foco em imunizar o maior número de pessoas.
 
“As vacinas são fundamentais para a prevenção da forma mais grave das doenças. Protegendo de forma individual e coletiva. Além de contribuir para o fortalecimento do sistema imunológico das crianças e reduzir os riscos de contrair uma série de agravos. Por isso, é muito importante que os pais se atentem às vacinas previstas no calendário de vacinação infantil e levem seus filhos para vacinar. A vacina salva e protege vidas”, frisa.
Direito ao esquecimento
Como você classifica a gestão de Cleiton Cheregatto em Novo Horizonte do Oeste?
Professores e policiais militares devem ter direito à isenção de IPVA?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS