APARTHEID: UNIR realiza hoje (18) evento contra o genocídio de palestinos

Durante o evento será lançado o livro ‘Contra o Sionismo’, do jornalista paulista Breno Alman

APARTHEID: UNIR realiza hoje (18) evento contra o genocídio de palestinos

Foto: Divulgação

Para discutir a crise causada pela guerra entre israelenses e palestinos, instituições ligadas a Universidade Federal de Rondônia (UNIR) promovem, nesta terça-feira (18), a partir das 18 horas, no auditório da UNIR Centro, um evento aberto para a comunidade em geral para trazer esclarecimentos sobre a geopolítica da disputa entre o Estado de Israel e a Palestina, concentrados na Faixa de Gaza e na Cisjordânia. A guerra é considerada mundialmente como um genocídio, considerando a possibilidade intencional de extermínio do povo palestino que resiste nos territórios.

 

O jornalista paulista Breno Alman é o autor do livro ‘Contra o Sionismo’ e um dos convidados para participar dos debates. Ele considera o conflito entre Israel e Palestina como um sistema imperialista e quanto a resistência de palestino como uma luta pela existia e manutenção étnica. O Sionismo é um movimento político que defende o direito à autodeterminação do povo judeu e à existência de um Estado nacional judaico independente e soberano no território onde historicamente existiu o antigo Reino de Israel em território palestino.

 

Outro convidado que estará no evento é Ualid Rabah, presidente da Federação Árabe Palestina do Brasil (FEPAL) que defende a laicidade e manutenção de um território palestino dentro do espaço que possui representações culturais e históricas para o povo. Ele considera a guerra entre Israel e o Hamas como extremismo que busca o extermínio étnico dos palestinos.

 

Ualid Rabah disse que sobre os impactos da guerra para a comunidade árabe palestina no Brasil, o conflito traz a sensação de perda do sentimento de histórico com a destruição de estruturas que tem representações culturais e históricas, o medo da perda de parentes próximos, e a instabilidade de futuro nacional diante “da matança de palestinos e extermínio do povo palestino tanto na Cisjordânia quanto na Faixa de Gaza”.

 

O professor Vinicius Nogueira, docente de Medicina na Unir, considera que este evento aberto ao público será fundamental sobre a compreensão de direito do Estado Palestino. Considera que é urgente a necessidade de promover o fim do conflito e definir a geopolítica e territorial do povo palestino.

 

A professora Marilza Miranda, presidente da Adunir, destacou que a UNIR já vinha realizando eventos internos sobre o tema e que a abertura das discussões para a comunidade promoveu grande interesse, tendo a confirmação de participação de pessoas da capital e do interior de Rondônia, o que demonstra que a causa palestina desperta interesse geral.

Galeria de Fotos da Notícia

APARTHEID: UNIR realiza hoje (18) evento contra o genocídio de palestinos

APARTHEID: UNIR realiza hoje (18) evento contra o genocídio de palestinos

Direito ao esquecimento
Como você avalia a gestão do prefeito Armando em Seringueiras?
Qual pré-candidato à Prefeitura de Ouro Preto do Oeste tem sua preferência?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS