BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

NO FLAGRA: Prefeitas de Rondônia são filmadas pegando dinheiro de propina; assista

Dois políticos que estão na investigação não foram presos por conta do Foro Privilegiado

Rondoniaovivo - João Paulo Prudêncio

25 de Setembro de 2020 às 12:11

Atualizada em : 28 de Setembro de 2020 às 08:33

A população rondoniense amanheceu surpresa nesta sexta-feira (25) com a prisão de quatro prefeitos e um ex-deputado estadual pela Polícia Federal durante deflagração da operação Reciclagem.

 

 
Essa operação poder ter tirado do páreo dois prefeitos que foram presos e que já haviam sido homologados pelos seus partidos como candidatos à reeleição, Glaucione, prefeita da cidade de Cacoal e Marcito Aparecido Pinto, prefeito do segundo maior colégio eleitoral do Estado, o município de Ji-Paraná. 
 
A investigação
 
Tudo começou após um empresário do setor de coleta de lixo que ficou aproximadamente dez meses prestando serviços se revoltar com supostos achaques. 
 
De acordo com o empresário, a suposta extorsão era promovida pelos prefeitos Gislaine Lebrinha (São Francisco do Guaporé), Luiz Ademir Schock (Rolim de Moura), Marcito Aparecido Pinto (Ji-Paraná) e Glaucione Maria Rodrigues Neri (Cacoal) além do ex-deputado Daniel Neri. 
 
O empresário filmou todos os acusados recebendo o dinheiro oriundo de prática de corrupção, tudo em espécie. 
 
As filmagens foram entregues à Polícia Federal, que homologou nos pedidos de prisões feitos a Justiça. Apenas na cidade de Rolim de Moura a PF apreendeu mais de R$ 5 milhões em dinheiro e patrimônios. 
 
Dois políticos que estão na investigação não foram presos por conta do Foro Privilegiado.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS