BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

VILHENA: Luizinho Goebel visita empresa que gera centenas de empregos diretos

Deputado defende incentivo fiscal para empresa que há três décadas trabalha com reciclagem de metais Luizinho Goebel visita empresa que gera centenas de empregos diretos em Vilhena

ASSESSORIA

10 de Julho de 2020 às 14:57

Atualizada em : 10 de Julho de 2020 às 14:58

Foto: Divulgação

O deputado estadual Luizinho Goebel (PV) esteve nesta semana juntamente com o prefeito de Vilhena, Eduardo Japonês (PV) visitando a NSA Metais, empresa vilhenense localizada no Setor 06, que há mais de 30 anos trabalha com reciclagem de metais.
 
Na empresa, o parlamentar estadual foi recepcionado pelo gerente executivo, Fábio Gehlen, que mostrou o trabalho desenvolvido pelo empreendimento que vem se destacando no estado de Rondônia. Empresa recolhe sucatas, funde o alumínio das latinhas e transforma o metal em matéria-prima para a indústria
 
“Hoje estamos visitando a indústria Gehlen, que vem gerando centenas de empregos em Rondônia. Na companhia do prefeito Eduardo Japonês, viemos ouvir as demandas. E, com certeza graças a uma parceria do governo estadual e municipal estaremos trazendo a possibilidade de a empresa receber incentivo fiscal para estimular a atividade econômica, gerando ainda mais empregos e renda para nosso estado”, destacou ele.
 
Para o prefeito de Vilhena, Eduardo Tsuru, com união do estado, município e da própria empresa, inúmeras famílias serão beneficiadas na cidade. Atualmente, a empresa gera mais de 110 empregos diretos e, ainda, conta com o envolvimento de mais de mil famílias que lidam diretamente com a reciclagem.
 
Conforme o gerente executivo, Fábio Gehlen, a empresa está implementando um novo processo de desenvolvimento: a industrialização da matéria-prima para produzir uma mercadoria que será posta à venda. Dessa forma, Rondônia deixará de vender matéria-prima para ter produtos industrializados. Assim, será possível triplicar a contratação de mão de obra e gerar mais renda.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS