BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

COM URGÊNCIA: Ada Dantas pede retorno de cirurgias eletivas para outras doenças

Durante sessão remota da Câmara de Vereadores, nesta terça-feira (04), a vereadora Ada Dantas Boabaid comentou sobre algumas situações que estão ocorrendo com pacientes da rede pública municipal

ASSESSORIA

07 de Agosto de 2020 às 15:01

Atualizada em : 07 de Agosto de 2020 às 15:07

Devido a atual pandemia do covid-19, as cirurgias eletivas de pedra nos rins, pedra na vesícula (cálculo biliar), retirada de cistos, hérnia, dentre outras, não estão sendo realizadas na capital, a não ser que o pedido seja de urgência. “Os atendimentos em Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e algumas outras unidades de saúde ficaram ainda mais difíceis para a comunidade”, afirma a vereadora Ada Dantas.
 
Durante sessão remota da Câmara de Vereadores, nesta terça-feira (04), a vereadora Ada Dantas Boabaid (PDT) comentou sobre algumas situações que estão ocorrendo com pacientes da rede pública municipal. Há casos em que pacientes realizam exames e marcam a cirurgia, porém, não realizam devido o caso não ser de urgência. “Mesmo que o caso não seja de urgência, o paciente precisa fazer a cirurgia, afinal, aquilo está lhe causando dor e prejudicando sua saúde”, afirmou Ada Dantas.
 
A parlamentar pediu ainda para que os vereadores se unam e conversem com o prefeito e a secretária municipal de saúde para que retornem as cirurgias eletivas. “Estamos passando por uma pandemia, mas temos que dar atenção para as outras doenças que continuam afetando a população”, afirmou Ada Dantas.
 
Na maternidade Municipal Mãe Esperança, por exemplo, algumas mulheres precisam realizar cirurgias no útero, retirada de cisto, infecções, dentre outras enfermidades que precisam ser tratadas. “A maternidade recebe recursos e insumos que precisam ser utilizados para que não passem do prazo de validade e/ou sejam perdidos porque as cirurgias eletivas não estão sendo realizadas. Os números da pandemia estão diminuindo na capital, e é necessário continuarmos com o combate ao covid, mas abrindo espaço para tratar de outras doenças”, finalizou a parlamentar.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS