SEM LIMITE: Geraldo da Rondônia ameaça major da PM e secretário de Agricultura

Fato aconteceu na última sexta (13), no Palácio Rio Madeira, antigo CPA

SEM LIMITE: Geraldo da Rondônia ameaça major da PM e secretário de Agricultura

Foto: Geraldo da Rondônia se envolve em mais uma confusão; desta vez, envolvendo um major e PMs da Casa Militar do antigo CPA

Mais uma vez, o deputado estadual Geraldo da Rondônia (PSC) deu mau exemplo. Novamente o palco de mais um show de horrores foi o Palácio Rio Madeira, antigo CPA, na última sexta-feira (13).
 
De acordo com o boletim de ocorrência registrado por José Leite de Figueiredo Cisne, major da Polícia Militar, Geraldo da Rondônia teria entrado com o filho na Secretaria Estadual de Agricultura (Seagri). 
 
Ainda segundo o documento, o titular da Seagri, Jander Delazari, teria dito que estaria evitando o deputado, pois ele queria fazer entregas de equipamentos junto com ele, mas que já teriam sido repassados às prefeituras. 
 
Boletim de ocorrência registrado pelo major Cisne mostra mais um vexame protagonizado pelo deputado do PSC
 
E que por isso, Geraldo da Rondônia teria enviado vários áudios em tons ameaçadores a Jander. Por isso, ele queria sair do prédio, preocupado com a presença do deputado que já estava lá.
 
Quando estava saindo do local, o secretário viu o parlamentar e retornou para sala onde estava conversando com os policiais. Já Geraldo estava discutindo com outros PMs nos corredores da Seagri. 
 
O major Cisne teria se identificado como chefe da segurança do Palácio Rio Madeira e teria cruzado os braços. Geraldo da Rondônia não teria gostado dessa atitude, mandou o oficial se afastar, pois ele é deputado, tinha imunidade parlamentar e que iria registrar ocorrência contra Cisne.
 
Geraldo ainda teria ameaçado o major, que iria levar seu nome para o secretário da Casa Civil, para o comandante-geral da PM e demais autoridades do Estado. 
 
Outra parte do B.O. mostra detalhes de mais um fato lamentável envolvendo o parlamentar de Ariquemes
 
Desfecho
 
Após as ameaças, o deputado de Ariquemes e o filho foram em direção ao elevador e saíram do prédio. Somente aí, que o titular da Seagri reapareceu e foi acompanhado pelos PMs até o estacionamento. 
 
O boletim de ocorrência registrado na 2ª Delegacia de Polícia Civil de Porto Velho ainda destaca que todos os PMs envolvidos na confusão com Geraldo da Rondônia estavam fardados, com câmera corporal e que as imagens com áudios estão salvas no setor de monitoramento da Casa Militar. 
 
Até o momento, nem Geraldo da Rondônia nem a Assembleia Legislativa se pronunciaram sobre mais este vexame envolvendo o representante do PSC na ALE-RO.
Direito ao esquecimento
Qual loja você acha que deve receber a nova Estátua da Liberdade da Havan?
Como você avalia a gestão do prefeito Lezão em Rio Crespo?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS