CONFUSÃO: 'Fui usado porque sou gay', influencer diz ter sido enganado pelo deputado Camargo

Wellington Santos mantém no Instagram perfil Valquiria Omelleth e tem quase 17 mil seguidores

CONFUSÃO: 'Fui usado porque sou gay', influencer diz ter sido enganado pelo deputado Camargo

Foto: Divulgação

O digital influencer Wellington Santos postou em seu perfil no Instagram ter sido enganado pelo deputado Delegado Rodrigo Camargo (Republicanos). Wellington mantém no Instagram o perfil Valquiria Omelleth, e tem 16,9 mil seguidores. Ele contou que já deletou vídeos onde aparece com o parlamentar, mas o blog ainda encontrou algumas postagens.
 
A equipe do Entrelinhas conversou com o digital influencer. Wellington Santos, que é de Ariquemes, reduto eleitoral do deputado Delegado Camargo, explicou que postou quatro vídeos contando a situação, mas recebeu diversos conselhos para que apagasse o material.
 
“Eu apaguei, mas como chegou até vocês é sinal de que muita gente copiou. Sou muito transparente. Eu falo o que eu sinto”, disse Wellington Santos.
 
Nos vídeos ele faz um desabafo, explicando que desde a última campanha vinha apoiando o deputado Delegado Rodrigo Camargo. “Faz tempo que eu não posto nada dele aqui. Já excluí os destaques e os conteúdos vão pro ralo também, porque fui enganado, e todas as vezes que busco satisfação vêm assessores com falas hipócritas e desnecessárias. Fui usado, por que? É, porque é (sou) gay. Porque quer agregar o público gay na política aí, uma política que diz ser conservadora”, diz o influencer em um dos vídeos.
 
No outro vídeo ele explica que recebia de salário “uma mixaria”, mas que ajudava muito. Wellington conta que conversou pelo aplicativo WhatsApp com o chefe de gabinete do parlamentar sobre seu pagamento, mas foi demitido e ficou no prejuízo, pois teve despesas para abrir uma MEI, sigla de Microempreendedor Individual.
 
 
O material acima é do Portal Transparência da Assembleia Legislativa. você pode comprovar acessando o link abaixo. o nome de Wellington está na segunda página da relação de gastos do deputado Delegado Camargo com verba indenizatória:
 
 
O blog descobriu que o digital influencer não recebia propriamente um salário.  Wellington Santos montou uma MEI e emitia notas fiscais. O pagamento pelo trabalho dele, na verdade, vinha da verba indenizatória. No caso, o deputado Delegado Camargo apresentava notas fiscais de despesas, para ser ressarcido pela Assembleia Legislativa.
 
 
Em mais um vídeo, Wellington afirmou que foram feitas promessas, que não foram cumpridas, e agora soube que seus vídeos estavam em grupos de WhatsApp, onde se falava do influencer que foi enganado.
 
“Da mesma forma que eu vim falar bem quando eu estava iludido, também venho contar minha decepção, sou livre para expressar o que eu sinto”, afirma o digital influencer em um quarto vídeo.
 
Nos vídeos, Wellington Santos, de forma muito humorada, mostrava o trabalho desenvolvido pelo deputado Rodrigo Camargo. A reclamação do influencer é a de que haveria a promessa de que a parceria com o parlamentar seria duradoura.
 

 

 
O digital influencer explicou que se sentiu usado porque a intenção do deputado Rodrigo Camargo seria buscar votos no público LGBT, apesar de ter um discurso considerado por muitos como extremamente radical.
 
O blog tentou contato com a assessoria de comunicação do deputado Delegado Rodrigo Camargo, mas não obteve resposta. O espaço está aberto para o parlamentar, caso ele queira se pronunciar.
Direito ao esquecimento
Como resolver o problema dos animais de rua?
Como você classifica a gestão do prefeito João Gonçalves Jr. em Jaru?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS