CHRISÓSTOMO: Deputado posiciona-se novamente contra o aborto

Parlamentar vai propor PL no Congresso Nacional no posicionamento contrário à legalização do aborto

CHRISÓSTOMO: Deputado posiciona-se novamente contra o aborto

Foto: Assessoria

O deputado federal Coronel Chrisóstomo (PL/RO) voltou a se posicionar contra a decisão do Supremo Tribunal Federal – STF. Em nova entrevista no estado, destacou novamente a importância do debate em torno das tentativas das imposições do Governo Federal, Ministério da Saúde e agora do STF, que suspendeu a resolução do Conselho Federal de Medicina – CFM que se posicionava totalmente contra a questão da legalização do aborto da forma proposta pelos órgãos.
 
Para o deputado federal, é fundamental seguir as orientações do CFM em diversos aspectos éticos, morais e de saúde pública. Esse tema é sensível, que suscita opiniões divergentes e principalmente contrarias em alguns grupos da sociedade brasileira. A posição do deputado reflete exatamente a preocupação com os impactos na sociedade, pois uma possível mudança na legislação poderia acarretar grande problema de saúde publica.
 
“Trata-se de tentarem novamente impor uma e ideia e uma vontade do estado, como por exemplo, a mais absurda, aplicar uma injeção com substancias para matar em sofrimento um bebezinho que ainda está dentro da barriga da mãe e principalmente prestes a nascer. Sou completamente contra aqueles que pretendem liberar isso em qualquer fase de gestação, principalmente acima de 22 semanas como foi proposto”, afirmou Coronel Chrisóstomo.
 
O congressista também fez questão de destacar que com isso já se posiciona contra a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, que suspendeu a decisão que impedia médicos de realizarem assistolia fetal, método utilizado em abortos legais com gestações de mais de 22 semanas, decorrentes de casos de estupros.
 
A decisão do deputado federal Coronel Chrisóstomo (PL/RO) foi transformar a Resolução n. 2.378/2024, recentemente promulgada pelos Conselhos Regionais e o Federal de Medicina - CFM, juntamente com alguns parlamentares e suspensa pelo STF em Projeto de Lei. A apresentação do Projeto de Lei traz para o Congresso Nacional o debate que sempre foi prerrogativa da casa, “LEGISLAR”.
Direito ao esquecimento
Como você classifica a gestão de Aldo Júlio em Rolim de Moura?
Qual pré-candidato à Prefeitura de Ariquemes tem sua preferência?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS