BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Andreia Marri: A importância da vitaminas D nas doenças autoimunes

Confira a coluna Pitadas de Saúde de Andreia Marri

Por Andreia Marri

10 de Julho de 2020 às 10:25

Atualizada em : 10 de Julho de 2020 às 10:25

Foto: Divulgação

A vitamina D e seus pró-hormônios , nos últimos anos ouve um aumento de pesquisa, mostrando suas funções muito além do metabolismo do cálcio e da formação óssea, a sua interação com o sistema imunológico, tendo em vista o receptor de vitamina D em vários tecidos corporais como coração, cérebro, intestino, pele, gônodas, ossos, rins e paratireoides, e as células do sistema imunológico. Alguns estudos tem relacionado a deficiência de vitamina D, com várias doenças autoimunes, incluindo o diabetes mélitos insulino dependente ( DMID), esclerose múltipla ( EM), doença inflamatória intestinal ( DII), lúpus eritematoso sistêmico ( LÊS), entre outras doenças, a vitamina D parece interagir com o sistema imunológico, através de sua ação sobre a regulação das células como os linfócitos, macrófagos, e células natural Killer (NK), além de interferir na produção de ocitocinas.  A melhor forma de obter vitamina D é de forma endógena pelos tecidos cutâneos, após exposição ao sol , outra fonte é através da alimentação e suplementação.                                                                                                        
 
Dica da nutri: Fazer exposição ao sol no início da manhã ou no final da tarde, no mínimo 20 minutos, consumir alimentos como ovos, peixes, leite, queijos cogumelos, procurar um profissional que solicite o exame para analisar se seus níveis estão adequados. Prevenção é a melhor forma de cuidar da saúde.
 
Pitadas de saúde com 
Andreia Marri
Nutricionista clínica esportiva CRN 3636
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS