BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

CANDIDATO A PREFEITO: 'Produtor rural não vai mais pagar por manutenção de estrada', diz Breno Mendes

Breno Mendes garante assistência técnica, incentivos e boas estradas para produtores e moradores de distritos é comunidades

ASSESSORIA

20 de Outubro de 2020 às 10:06

Atualizada em : 20 de Outubro de 2020 às 11:35

Foto: Assessoria

O candidato a prefeito de Porto Velho, Breno Mendes, (Avante) cumpriu agenda na área rural da capital durante o último domingo, 18. A agenda começou na Comunidade dos Macacos. 
 
Breno conheceu de perto a triste realidade dos moradores da região, que mesmo às margens do montante da usina de Santo Antônio estão há dez anos sem acesso à água potável.
 
O candidato do Avante se emocionou com todas as dificuldades enfrentadas pela comunidade e se comprometeu em concluir o processo de perfuração de poços artesianos para populações que ainda não têm acesso à água potável.
 
“Garantir acesso à água para essas pessoas é uma questão de ordem humanitária. Eu como homem, pai de família tenho a obrigação de solucionar este problema a partir do dia 1°de Janeiro quando assumir o comando da prefeitura”, disse Breno Mendes.
 
O candidato a prefeito de Porto Velho, Breno Mendes, ficou revoltado com o fato de que a maioria dos produtores rurais de Porto Velho, caso queiram trafegabilidade em suas linhas e ramais têm que pagar cargas de cascalho e custear o trabalho que é de responsabilidade do Município. 
 
“Isso é inaceitável. Essas comunidades se tornaram invisíveis, desassistidas pelo poder público. Mas isso acaba a partir do dia 1° de Janeiro, quando assumirmos a prefeitura. Com Breno Mendes prefeito, acabou essa história de produtor comprar cascalho pra arrumar estrada", garante. 
 
 
Ele ainda visitou a propriedade do senhor Paulo Mota, que teve que comprar 22 cargas de cascalho para arrumar um trecho do Ramal Açaí até sua propriedade. 
 
“Histórias como a do Paulo infelizmente são comuns em Porto Velho. Comigo todas as regiões de nossa capital serão enxergadas e beneficiadas”, garantiu.
 
Texto: Da assessoria
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS