CLÁUDIA DE JESUS: Homenagem de deputada celebra resistência das comunidades quilombolas

Deputada reconhece lideranças que lutam pela preservação cultural

CLÁUDIA DE JESUS: Homenagem de deputada celebra resistência das comunidades quilombolas

Foto: Assessoria

Na última segunda-feira (21), durante a Audiência Pública e IV Encontro dos Povos e Comunidades Tradicionais de Rondônia, realizado na comunidade de FortePríncipe da Beira, um momento significativo de reconhecimento e celebração marcou o evento. A deputada estadual Cláudia de Jesus (PT) protagonizou um gesto em honra à diversidade cultural e histórica do povo rondoniense ao apresentar uma moção de Voto de Louvor. Esta homenagem especial foi direcionada às lideranças comunitárias, quilombolas e indígenas do estado, reconhecendo suas persistentes lutas pela preservação de culturas e pela autodeterminação de seus territórios.
 
 
A deputada Claudia de Jesus ressalta que "Os povos tradicionais contribuem muito para isso, pois preservam suas gerações e são fundamentais para a cultura e a história do país. Muitos deles chegaram antes de nós, pioneiros, que viemos de outros estados para Rondônia e merecem, além do nosso respeito, a nossa atenção".
 
 
Rondônia, conhecido por sua rica pluralidade étnica, abriga cerca de oito comunidades remanescentes de quilombos. Essas comunidades estão situadas às margens do rio Guaporé, abrangendo os municípios de Pimenteiras D'Oeste, Alta Floresta D'Oeste, São Francisco do Guaporé, São Miguel do Guaporé e Costa Marques. Com uma população quilombola de quase 3 mil pessoas, de acordo com o Censo 2022, essas comunidades têm desempenhado um papel crucial na preservação das tradições e na resistência contra estruturas históricas opressivas.
 
 
Entre as lideranças que serão homenageadas, estão representantes das comunidades quilombolas de Costa Marques, Santa Fé, Santa Cruz, Pimenteiras do Oeste, Rolim de Moura do Guaporé, Alta Floresta do Oeste e do Vale do Guaporé.
 
 
Essas lideranças têm se destacado por suas contribuições na defesa da terra e da dignidade de suas comunidades, além de preservar e promover a riqueza cultural de seus povos.
 
 
Quilombola em Rondônia
 
De acordo com os dados do IBGE, o município de Costa Marques se destaca com o maior número absoluto de pessoas autodeclaradas quilombolas, totalizando 1.345 indivíduos. Já em Pimenteiras do Oeste, o percentual da população que se autodeclara quilombola é de 24%, o que corresponde a 518 quilombolas, dentro de uma população total de 2.156 habitantes.
 
 
Os quilombos, historicamente, foram espaços de liberdade e resistência onde viviam comunidades de pessoas escravizadas fugitivas entre os séculos XVI e XIX. A Constituição de 1988 oficializou a nomenclatura "comunidades remanescentes de quilombos", termo que gradualmente foi substituído por "quilombolas" ao longo dos anos, reconhecendo a herança cultural e a identidade dessas comunidades.
 
 
Lideranças homenageadas
 
Maria do Nascimento Rodrigues (ln Memoriam), liderança quilombola em Costa Marques.
 
 
Emília Nunes de Oliveira Puruborá (ln Memoriam), liderança e matriarca do Povo Puruborá, em Seringueiras.
 
 
Elvis Cayaduro Pessoa (ln Memoriam), liderança quilombola do Vale do Guaporé.
 
 
Florinda Junior dos Santos, Dona Dadá, liderança quilombola em Costa Marques.
 
 
Iris dos Reis Freitas (ln Memoriam), liderança indígena no Distrito de Porto Murtinho, em São Francisco do Guaporé.
 
 
Nucicleide da Paz Pinheiro, liderança quilombola em Costa Marques.
 
 
Francisco Magipo (ln Memoriam), liderança comunitária no Distrito de Rolim de Moura do Guaporé e região, em Alta Floresta do Oeste.
 
 
Dalva da Silva Almeida, da Comunidade Quilombola de Santa Fé, em Costa Marques.
 
 
Lourença da Silva Maciel, da Comunidade Quilombola de Santa Cruz, em Pimenteiras do Oeste.
 
 
Angilene Gomes Balbino, da Comunidade Quilombola de Rolim de Moura do Guaporé, em Alta Floresta do Oeste.
 
 
Laís Miriam dos Santos, liderança quilombola em Costa Marques.
 
 
Mafalda da Silva Gomes, "Dona Mafalda", matriarca e pioneira quilombola de Santa Fé, em Costa Marques.
Direito ao esquecimento
Qual pre-candidato a prefeitura de Porto Velho tem sua preferencia?
Como você classifica a gestão de João Levi em Nova União?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS