DOENTES: Azul vai cancelar centenas de voos após dispensas médicas

A fim de mitigar essa baixa no número de tripulantes, a Azul será obrigada a adotar algumas medidas. A primeira delas é a contratação imediata de tripulantes

DOENTES: Azul vai cancelar centenas de voos após dispensas médicas

Foto: Divulgação

A Azul registra mais de 400% de aumento no número médio de ausências por Dispensas Médicas neste mês, período com a maior quantidade de voos desde janeiro de 2021, por conta do vírus da gripe e da Covid-19. Os dados foram revelados pela companhia ao Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) e compartilhados nesta sexta-feira (7), em meio a reprogramação de voos e afastamento de tripulantes.
 
Segundo a SNA, a Azul informou que pretende cancelar centenas de voos neste mês de janeiro, especialmente na segunda quinzena, fazendo com que as escalas dos tripulantes sejam inevitavelmente alteradas.
 
A fim de mitigar essa baixa, a companhia será obrigada a adotar algumas medidas. A primeira delas é a contratação imediata de tripulantes. A companhia se comprometeu a dar prioridade a candidatos ex-tripulantes da Latam ou que estavam na Itapemirim Transportes Aéreos, companhia que recentemente teve suas atividades suspensas. 
 
 
 
Outra medida é a flexibilização das escalas dos tripulantes que, caso todos entrem em acordo, passaria a ser quinzenal nos meses de fevereiro e março, justamente para minimizar os impactos recorrentes das atlerações de malha. A companhia propõe ainda a redução de 10 para nove folgas no mês, de maneira voluntária e com compensação financeira. O tripulante que tiver condições de voar mais, receberá uma gratificação que parte de R$ 250 e vai até R$ 1,2 mil.
Direito ao esquecimento

O Rondoniaovivo quer saber: quando você vai assistir televisão, qual sua preferência?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS