BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Tribunal Regional do Trabalho lamenta morte de Oficial de Justiça em RO

Confira a nota abaixo

ASSESSORIA

07 de Agosto de 2020 às 09:10

Atualizada em : 07 de Agosto de 2020 às 09:20

.
 
Com profundo pesar, o Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região comunica o falecimento do Analista Judiciário - Oficial de Justiça Avaliador Federal, Carlo Iago de Oliveira Sena (40), ocorrido na manhã de quinta-feira (06), em Ji-Paraná/RO, vítima de infarto fulminante.
 
Natural de Cerqueira César/SP, o servidor era formado em Direito e atuava na Vara do Trabalho de São Miguel do Guaporé/RO desde dezembro de 2016, quando tomou posse no cargo.
 
Apesar de curta, a sua trajetória na Justiça do Trabalho foi marcada pela dedicação exemplar, tido pelos servidores e magistrados que com ele atuaram, como um ser humano amável, educado, estudioso, humilde, sorridente e amigo, que fez da sua vida um instrumento para auxiliar a aplicação da Justiça.
 
Em nota conjunta, o Juiz do Trabalho Titular da Vara de São Miguel do Guaporé/RO, Wadler Ferreira, e o Diretor de Secretarias, João Eldes, representando os demais servidores, registraram suas homenagens:
 
"Nós, servidores e magistrados da Vara do Trabalho de São Miguel do Guaporé fomos surpreendidos com a notícia de que um membro da nossa equipe se foi. É triste! Embora saibamos que a morte faz parte do ser vivo, é difícil conformar-se quando a partida ocorre no ‘melhor da vida’ quando a juventude graceja pelos poros. No entanto, a equipe se desfalcou hoje. Carlo Iago, Oficial de Justiça, profissional exemplar deixou nossa equipe, o seio da família e foi para outras paragens. Sentiremos sua falta, por todas as qualidades que tinha: extremamente educado, cordial, amigo, sorridente… O chão caiu quando a notícia veio ao grupo, e a sensação era de que alguém viria logo em seguida dizer que tratava-se de um engano. Não era. Em nome dos servidores, agradecemos todas as condolências recebidas pelos demais colegas. Deus conforte os familiares. Seguiremos em frente, lembrando sempre que nesta Unidade de São Miguel do Guaporé atuou um exemplo de ser humano, que fez da sua vida um serviço para auxiliar na aplicação da Justiça. Vá em paz, amigo. E obrigado por tudo!”.
 
A Família TRT14 compartilha dos mesmos sentimentos e se solidariza com os familiares e amigos pela perda irreparável.
 
Carlo Iago deixa a esposa Luciana Ramirez Gomes e os filhos Gustavo Ramires Sena e Lucas Ramires Gomes de Azevedo.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS