Como a inteligência artificial flerta nos apps de dating

Como a inteligência artificial flerta nos apps de dating

Foto: Assessoria

O ano de 2023 pode ser certamente chamado do ano da inteligência artificial. Agora, ela está em todos os lugares e cada vez mais serviços estão adotando as suas capacidades para proporcionar uma experiência totalmente nova aos seus usuários. É claro que a indústria de encontros online também não ficou de fora dessa nova tendência. Por exemplo, já há algum tempo que o serviço de encontros online Hinge tem usado inteligência artificial para fazer combinações entre pessoas com interesses e valores em comum. O Bumble utiliza a IA para rastrear o comportamento dos usuários no site e bloquear infratores.
 
Mas todos esses usos são bastante comuns, certo?
 
Hoje queremos falar sobre como a IA é usada de uma forma não convencional e literalmente muda os princípios do namoro na internet moderna. Garantimos que será um assunto interessante!
 
Como a inteligência artificial pode tornar os encontros online mais fáceis, eficientes e interessantes
 
Na verdade, em termos gerais, a implementação ativa da IA na indústria de encontros online começou em 2020. Já naquela época, cerca de 30% dos homens e 20% das mulheres usavam inteligência artificial para buscar o parceiro perfeito e se comunicar. No entanto, foi com a introdução do ChatGPT que começou uma fase completamente nova no desenvolvimento da IA. Por exemplo, hoje, na plataforma TikTok, você pode encontrar centenas e até milhares de vídeos sobre como usar o ChatGPT para encontros e aumentar suas chances de ter um encontro bem-sucedido.
 
Mas como esse modelo generativo de linguagem pode funcionar no mundo dos encontros?
 
Na verdade, hoje as possibilidades da inteligência artificial já são amplas, mesmo que ela ainda esteja nos seus estágios iniciais de desenvolvimento. Usando o ChatGPT, por exemplo, você pode gerar tópicos interessantes para conversar, criar textos sobre qualquer assunto, formular respostas para mensagens das outras pessoas e muito mais.
 
Aqui estão apenas alguns dos casos reais de uso do ChatGPT e da inteligência artificial em encontros:
  • Um usuário do Tinder criou um bot que desliza automaticamente para a direita em todas as mulheres e inicia uma conversa com elas, seguindo as instruções de um cenário pré-preparado. Em seguida, o bot analisa as respostas das outras pessoas e seleciona aquelas que mostram interesse no usuário, que é o autor do bot. Dessa forma, é possível economizar muito tempo ao colocar as primeiras conversas rotineiras como responsabilidade de um chat bot.
  •  
  • Uma usuária do Bumble usou a IA para criar seu perfil. Ela inseriu seus interesses, hobbies e preferências relativamente a quem queria encontrar e a IA gerou o texto da descrição do seu perfil e selecionou suas fotos da Internet. Não é exatamente uma forma justa de usar a inteligência artificial, mas ainda assim bastante interessante.
  •  
  • Um usuário do Hinge permitiu que a IA se comunicasse com várias mulheres ao mesmo tempo. Ele definiu vários parâmetros para a IA, como estilo de comunicação, nível de humor e flerte, bem como o objetivo do encontro. A inteligência artificial se adaptou a cada usuária com quem falou e manteve um diálogo com ela.
De fato, essas são soluções bastante interessantes, que mais uma vez confirmam como é possível encontrar utilidade para quase qualquer ferramenta e usá-la a seu favor. Por um lado, esta é uma vantagem. Mas, ao mesmo tempo, é preocupante vermos que a IA de fato pode substituir uma pessoa real. Além disso, quando você conhece alguém no Tinder, torna-se cada vez mais difícil ter certeza de que está falando com uma pessoa real e não com um bot de inteligência artificial. Ou seja, você corre o risco de perder muito tempo se comunicando e, no final, descobrir que durante todo esse tempo estava conversando com um bot. Isso é, de fato, desanimador.
 
O problema é que, ao conhecer alguém usando apenas um bate-papo por texto, você não pode ter certeza de quem é o seu interlocutor. Aliás, mesmo que seja uma pessoa real, pode ser ainda muito difícil entender suas verdadeiras intenções e motivações. E, se você está se comunicando com um chatbot, então é praticamente impossível prever para onde ele levará a vossa comunicação, dependendo da sua programação. Afinal, já existem casos de fraudes com o uso de chatbots inteligentes. É por isso que você precisa ter muito cuidado!
 
Se você deseja ter certeza de que está conversando com uma pessoa real, não se limite apenas ao bate-papo por texto.
 
Fato importante: o ChatGPT se tornou a segunda IA na história a passar no teste de Turing. Ou seja, ele conseguiu convencer os juízes de que estavam conversando com uma pessoa real e não um chatbot. Mais importante ainda, o ChatGPT, assim como sua API, é de código aberto. Portanto, na verdade, qualquer pessoa que saiba escrever código poderá usá-lo da maneira que desejar. E, como a experiência mostra, os objetivos das pessoas nem sempre são bons.
 
Podemos dar vários exemplos que mostram como o ChatGPT já foi usado para fins fraudulentos:
  1. Pesquisadores da WithSecure descobriram que golpistas usaram o ChatGPT para criar formas de ataque de phishing (roubo de informações) e Comprometimento de E-mails Empresariais mais eficazes. Eles usaram um chatbot para gerar variações únicas da mesma mensagem de phishing, de forma a conseguir enganar os usuários e atraí-los para um site falso. A pesquisa também provou que um chatbot pode gerar mensagens usando o estilo de escrita de pessoas reais, usando como base um conjunto das suas comunicações que lhe seja fornecida.                                                  
  2. Alguns usuários do ChatGPT usam o chatbot para criar perfis falsos em sites de encontros ou redes sociais. Eles inserem seus interesses, hobbies e preferências relativamente a parceiros e, depois, o chatbot usa essas diretrizes e gera um texto de descrição e seleciona fotos da web. Em seguida, eles usam esses perfis para enganar outros usuários, extorquir dinheiro ou obter informações pessoais.                                                                     
  3. Pesquisadores da Check Point Research descobriram que alguns cibercriminosos estão usando o ChatGPT para criar ferramentas maliciosas. Eles encontraram amostras de código Python e Java que foram geradas pelo ChatGPT e que podem roubar arquivos do computador da vítima ou baixar e executar programas ocultos. Além disso, os pesquisadores também observaram que muitos cibercriminosos que usam o ChatGPT não possuem habilidades de desenvolvimento e simplesmente copiam códigos da internet desenvolvidos pela IA.
Apesar de preocupantes, esses são apenas alguns exemplos existentes. Na verdade, existem muitos outros e o número deles provavelmente só aumentará no futuro. Portanto, agora você precisa cuidar de sua própria segurança. Incluindo quando se trata apenas de bater-papo online.
 
Se você quiser ter certeza de que está se comunicando com uma pessoa real, a melhor solução é transferir sua comunicação para um bate-papo por vídeo o mais rápido possível. Melhor ainda, comece a namorar por vídeo para não perder tempo em vão. Por exemplo, use uma roleta de bate-papo por vídeo.
 
Uma roleta de bate-papo é um site ou aplicativo cuja principal tarefa é conectar usuários aleatórios por meio de chamadas por vídeo. Com este recurso, você vê imediatamente a outra pessoa, ouve sua voz, lê as expressões faciais, gestos e o humor. Você poderá ter a certeza de que não está se comunicando com um chatbot. Esta é uma vantagem importante.
 
Se você estiver escolhendo um bate-papo por vídeo aleatório, podemos recomendar as seguintes opções:
  • ChatRoulette — o primeiro bate-papo por vídeo aleatório da história, em operação desde 2009.
  • CooMeet Chatroulette português com um filtro de gênero que não comete erros e tem aplicativos fáceis de usar.
  • Holla — bate-papo por vídeo simples, com filtros de gênero e localização.
  • Chatous — roleta de bate-papo por vídeo com um mensageiro funcional e a capacidade de enviar mensagens autodestrutivas.
  • Minichat — roleta de bate-papo minimalista com filtros de gênero e geográficos.
É necessário dizer que, no geral, os bate-papos por vídeo também são uma ferramenta mais segura para encontros e comunicação. Isto se deve não apenas à dificuldade que os golpistas têm em usar a IA. O formato de vídeo é, em princípio, muito menos frequentemente usado para fins fraudulentos, porque os golpistas preferem não mostrar o seu rosto à "vítima". Portanto, a roleta de bate-papo é um formato completamente inadequado para eles. Entretanto, aplicativos de encontros clássicos, como o Tinder, o Bumble ou o Hinge, são plataformas perfeitas para conquistar a confiança dos usuários e usar sua ingenuidade para benefício próprio.
 
Finalmente, queremos dizer que você também poderá usar a inteligência artificial para seus próprios propósitos. Por exemplo, o ChatGPT poderá ajudar você a compor uma biografia, falar sobre você mesmo e seus hobbies de forma interessante, criar tópicos interessantes para conversar e até frases de boas-vindas que vão fazer as novas pessoas ficarem interessadas. Isso pode ser realmente muito útil. O importante é não exagerar e não esquecer que as pessoas querem se comunicar com humanos e não com chatbots. Uma pessoa real e seu alter ego artificial muitas vezes são coisas completamente diferentes. Lembre-se disso!
Direito ao esquecimento
Como você classifica a gestão de Aldo Júlio em Rolim de Moura?
Qual pré-candidato à Prefeitura de Ariquemes tem sua preferência?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS