ASSISTA: 'Uma Questão de Química’, da Apple TV, é a receita para curar o tédio

Seriado mistura química e gastronomia ao apresentar enredos deliciosos nada insossos; confira o trailer

Muita gente concorda: bolo solado é decepcionante. Após horas de cozimento e preparo, ter que lidar com um projeto de sobremesa fracassado é no mínimo frustrante. Ao preparar uma receita, o cozinheiro - após investir tempo, esforço e dinheiro - espera que o resultado seja comestível. Comumente, um bolo, feito da maneira correta, deve ser fofinho e agradável ao paladar.
 
Assistir tv é parecido com o ato de cozinhar. O espectador, assim como um chef, investe tempo, esforço e dinheiro esperando que ao fim da odisseia o resultado seja agradável. Um bom programa de televisão é tão prazeroso quanto uma receita bem feita. Pena que, na modernidade dominada por serviços de streaming, como Netflix e Prime Video, uma enorme quantidade de seriados e filmes insossos e ultraprocessados, são lançados todos os dias para o dissabor da audiência. Este não é o caso de ‘Uma Questão de Química’, seriado original produzido pela Apple que está disponível no Apple TV.
 
"Questão de Química" é um seriado baseado no livro best-seller homônimo, que acompanha a vida de Elizabeth Zott (Brie Larson), uma cientista química transformada em apresentadora de televisão. 
 
Zott é uma pesquisadora sisuda que quer desvendar os mistérios da abiogênese - a teoria da origem da vida. Mas, por ser uma mulher em um espaço predominantemente patriarcal na década de 1950, é impedida de continuar os estudos pelas atitudes de cientistas homens menos brilhantes. No livro e também no seriado, a personagem principal se apaixona por um destes cientistas (interpretado por Lewis Pullman) e os dois desenvolvem um relacionamento amoroso tão singelo quanto água com açúcar.
 
Ainda no início da série, a vida da cientista desanda. Zott se encontra grávida e desempregada, sozinha no mundo apenas com a companhia de um cachorro e de uma vizinha (interpretada por Aja Naomi King). Mas o roteiro trabalha sempre a favor da personagem, e por consequência, a favor do prazer da audiência. 
 
Em um desembrulhar pouco provável, mas completamente crível no universo do seriado, a protagonista se transforma em uma espécie de Ana Maria Braga das ciências quando precisa aceitar um emprego de apresentadora de programa de culinária. Além de brilhante cientista, Zott é uma brilhante dona de casa - e acaba se descobrindo 
 
Lee Eisenberg, que é produtor executivo do seriado, é mestre em cozinhar produtos midiáticos.  E a maestria fica aparente em todos os aspectos de ‘Questão de Química’, que mesmo com todos os pequenos defeitos é uma delícia de ser devorada. O figurino é uma graça, fiel aos anos 50 assim como os cenários e ambientações. Tudo, dentro do seriado, funciona como uma receita de bolo bem feita. 
Direito ao esquecimento
Você confia em quem mistura política com religião?
Como você classifica a gestão do prefeito Isaú Fonseca em Ji-Paraná?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Major Sports Bonus & Tenis

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS