MUITOS ASSALTOS: Delegados falam sobre onda de roubos de veículos e sequestros relâmpagos

Os criminosos agindo praticamente sempre da mesma forma invadem as casas armados e rendem toda a família

MUITOS ASSALTOS: Delegados falam sobre onda de roubos de veículos e sequestros relâmpagos

Foto: Rondoniaovivo

O número de roubos com sequestro relâmpago se tornou assustador em Porto Velho (RO) nos últimos meses. Os criminosos agindo praticamente sempre da mesma forma invadem as casas armados e rendem toda a família.
 
 
Terror em casa
 
As vítimas são amarradas, ameaçadas de morte e obrigadas a fazer transferência pix para os assaltantes.
 
O Rondoniaovivo conversou com os delegados da Polícia Civil Alessandro Morey da Delegacia Especializada em  Furtos e Roubos de Veículos Automotores, Daniel Braga da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Patrimônio e Odair Roberto do 9° DP que atende a região da Ponta do Abunã na BR-364.
 
Delegacia Especializada
 
Para o delegado Alessandro Morey, o número de roubos de veículos e sequestros relâmpagos tem aumentado devido os criminosos saírem com os carros durante os roubos a residências. Conforme o delegado, muita das vezes os ladrões utilizam o automóveis somente para fugir do local com objetos roubados das residências e depois os abandonam.
 
O delegado afirmou também que é necessário um maior planejamento ostensivo por parte da polícia em abordagens a suspeitos, assim evitando muitos roubos.
 
"Nós da Furtos e Roubos trabalhamos com apenas seis investigadores para apurar uma série de roubos de veículos que têm acontecido diariamente na capital", finalizou Alessandro Morey.
 
Crimes contra o Patrimônio
 
Em contato com o delegado Daniel Braga, da Delegacia de Patrimônio, fomos informados de que o aumento no número de roubos em residências se deve muito a existência de diversas quadrilhas de assaltantes e ramificações por toda a cidade.
 
Sobre o roubo por meio de transferência bancária, o delegado orienta que o cidadão não deixe liberado junto ao banco a transferência de altas quantias via pix no período, principalmente noturno.
 
No início desta semana a Delegacia Especializada em Repressão a Crimes Contra o Patrimônio desarticulou uma quadrilha que roubou R$ 62 mil de um empresário no bairro Costa e Silva. Os quatros bandidos foram presos quando tentavam sacar o dinheiro em uma agência bancária na Avenida Nações Unidas.
 
As investigações continuam com o intuito de prender o restante do bando.
 
 
Delegado da Ponta do Abunã
 
Questionado sobre o alto índice de roubos a residências e veículos, o delegado Odair Roberto afirmou que o Estado tem que combater as facções criminosas e reforçar a segurança nos pontos de saída dos veículos, ou seja nas fronteiras.
 
"Tem que reforçar a segurança nos pontos de saída desses carros roubados. Além do combate às facções. Todos esses roubos são coordenados pelas facções. Tem ponto de travessia de carro para a Bolívia que não tem um único policial fazendo policiamento. 
 
Aí os caras se sentem a vontade pra roubar porque sabem que vão conseguir dar o destino ao objeto roubado e  lucrar com isso pegando em troca droga e armas", disse o delegado.
 
Roubo de quatro veículos
 
Na semana passada seis criminosos invadiram uma fazenda na BR-364, distrito de Extrema e roubaram quatro veículos. Os assaltantes usavam coletes balísticos e farda policial.
Direito ao esquecimento
Qual pré-candidato à Prefeitura de Ji-Paraná tem sua preferência?
Como você avalia a gestão do prefeito Cornelio em São Miguel do Guaporé?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS