SAMD: Rondonienses recebem atendimento de saúde no conforto do seu lar

Pacientes conseguem receber todos os cuidados da equipe multidisciplinar no conforto do lar

SAMD: Rondonienses recebem atendimento de saúde no conforto do seu lar

Foto: Assessoria

Mais 240 pacientes são atendidos simultaneamente pelo Serviço de Assistência Multidisciplinar Domiciliar (Samd) em Rondônia, uma forma do Governo de Rondônia humanizar os atendimentos médicos a pacientes. Com esta iniciativa, os pacientes conseguem receber todos os cuidados da equipe multidisciplinar no conforto do lar. Assim também, como medicamentos, equipamentos de auxílio ao tratamento e serviço especializado de curativo.
Para o governador Marcos Rocha, o trabalho realizado pelo Samd ajuda a desafogar os atendimentos nos hospitais e mais que isso, oferece aos pacientes a oportunidade de serem tratados em seus lares, junto às suas famílias. ‘‘É um trabalho em conjunto de profissionais de alta qualidade e os familiares dos pacientes, onde o Governo dá toda a assistência para restabelecimento da saúde dos pacientes em suas casas’’, salientou.
 
 
ASSISTÊNCIA
 
De acordo com a Coordenação do Samd, vinculado à Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), o Serviço de Assistência Multidisciplinar Domiciliar recepciona, tanto as demandas espontâneas, no qual há necessidade de apresentação de documentação para solicitação do atendimento domiciliar, onde será avaliado o perfil clínico e social, para posterior admissão no serviço quanto à desospitalização.
 
Esse trabalho acontece, principalmente, junto aos Hospitais da Rede Estadual: Hospital Infantil Cosme e Damião (HICD), Hospital Estadual e Pronto Socorro João Paulo II (HEPSJPII), Hospital de Base Ary Pinheiro (HB), Centro de Medicina Tropical (Cemetron) e Hospital de Retaguarda de Rondônia (HRR).
 
 E com o objetivo reduzir ainda mais a superlotação nesses hospitais, neste último trimestre, o Samd ampliou o horário de funcionamento, que antes era das 7h às 19h, e passou a atender até a 1h da manhã.
 
A Atenção Domiciliar (AD) é indicada, conforme Portaria de Consolidação nº 05 do Ministério da Saúde, ‘‘para pessoas que, estando em estabilidade clínica, necessitam de atenção à saúde em situação de restrição ao leito ou ao lar de maneira temporária ou definitiva ou em grau de vulnerabilidade, na qual a atenção domiciliar é considerada a oferta mais oportuna para tratamento, paliação, reabilitação e prevenção de agravos, tendo em vista a ampliação de autonomia do usuário, família e cuidador’’.
 
 
FROTA REFORÇADA
 
As equipes do Samd percorrem diariamente entre 80km a 100km e o serviço recebeu do Governo de Rondônia reforço na frota, com mais cinco caminhonetes, que foram entregues no início deste mês para fortalecer o atendimento aos pacientes. Ao todo, são 20 veículos disponíveis para atender os pacientes.
Para a Coordenação, ter veículos potentes e em boas condições é fundamental para a execução do serviço, ainda mais nos casos que as equipes atendem localidades de difícil acesso, principalmente no período chuvoso. A novas caminhonetes trazem maior segurança, agilidade e conforto.
 
EQUIPE QUALIFICADA
 
De acordo com a Coordenação do Samd, o serviço abrange toda área urbana do município de Porto Velho e conta com 110 servidores públicos, entre enfermeiros, psicólogos, médicos, nutricionistas, farmacêuticos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, assistentes sociais, técnicos em enfermagem, técnicos em laboratórios, administrativos e motoristas.
 
O atendimento é oferecido de acordo com a necessidade do paciente, mediante visitas domiciliares das equipes.
 
Os casos de maior complexidade são acompanhados pelas equipes multiprofissionais de atenção domiciliar (Emad) e de apoio (Emap), do Serviços de Atenção Domiciliar (SAD) – Melhor em Casa. O Serviço de Assistência Multidisciplinar Domiciliar é um programa do Governo Federal, implementado no município de Porto Velho, por meio da pactuação entre Sesau e Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho, em 6 de dezembro de 2012.
A maior parte dos usuários atendidos pelo serviço recebem alta por estabilidade clínica.
Direito ao esquecimento
Qual pre-candidato a prefeitura de Porto Velho tem sua preferencia?
Como você classifica a gestão de João Levi em Nova União?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS