PÉ-DE-MEIA: Estudantes do IFRO terão direito a bolsa de até R$ 3,2 mil

Incentivo financeiro dado pelo Governo Federal é voltado para alunos do Ensino Médio

PÉ-DE-MEIA: Estudantes do IFRO terão direito a bolsa de até R$ 3,2 mil

Foto: Divulgação/IFRO

O Instituto Federal de Rondônia (IFRO) divulgou que os alunos do ensino médio também serão beneficiados pelo programa Pé-de-Meia, uma iniciativa do governo federal que quer oferecer apoio financeiro aos estudantes do Ensino Médio.

 

O propósito principal do programa é combater a evasão escolar nesse nível de ensino e reduzir as disparidades no acesso ao ensino superior e ao mercado de trabalho.

 

De acordo com o IFRO, a instituição está atualmente em processo de assinatura do Termo de Cooperação com o Programa, seguindo o cronograma estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC).

 

Em comunicado nesta quinta-feira, o IFRO destacou que os alunos que se enquadram nos critérios para serem beneficiários do Programa Bolsa Família terão prioridade para receber os incentivos financeiros e educacionais oferecidos pelo Pé-de-Meia.

 

Entretanto, os alunos que recebem benefícios do Programa Bolsa Família e pertencem a famílias unipessoais não são elegíveis para participar do Pé-de-Meia. O IFRO ressaltou ainda que o Comitê Gestor do Programa Pé-de-Meia poderá sugerir critérios adicionais de elegibilidade para os estudantes.

 

Quem pode

 

Podem participar do programa os alunos matriculados em escolas públicas que estejam cursando o ensino médio ou o programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA), com idade entre 14 e 24 anos, e que façam parte de famílias cadastradas no Cadastro Único (CadÚnico).

 

Valor

 

Conforme informações do Ministério da Educação, os benefícios serão pagos em etapas da seguinte maneira:

 

- Incentivo à matrícula: R$ 200 por ano;

 

- Incentivo de frequência: R$ 1.800 por ano;

 

- Incentivo para conclusão do ano: R$ 1.000 por ano;

 

- Incentivo para o Enem: R$ 200 em parcela única.

 

O incentivo de frequência de R$ 1.800 será pago em nove parcelas ao longo do ano, com exceção deste ano, que será dividido em oito parcelas, totalizando R$ 1.600.

 

O incentivo à matrícula de R$ 200 será pago entre 26 de março e 07 de abril. Caso algum aluno não receba o benefício devido a atualizações nos dados governamentais, o pagamento será feito até 1º de julho.

 

O incentivo para conclusão, no valor de R$ 1.000, será depositado na poupança do estudante entre 24 de fevereiro de 2025 e 3 de março de 2025. Se houver alguma atualização nos dados do governo que impeça o recebimento do benefício, o pagamento será feito até 5 de maio de 2025.

 

Por último, o incentivo para o ENEM, no valor de R$ 200, será depositado entre 23 de dezembro de 2024 e 03 de janeiro de 2025.

Direito ao esquecimento
Nos últimos 25 anos, qual prefeito de Porto Velho teve a melhor gestão?
Como você classifica a gestão de Alex Testoni em Ouro Preto do Oeste?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS