INSENSIBILIDADE: Extremistas não deixam mulher operada passar em bloqueio de Cacoal

Paciente só conseguiu passar após encontrar comboio da Polícia Federal

INSENSIBILIDADE: Extremistas não deixam mulher operada passar em bloqueio de Cacoal

Foto: Manifestante que agrediu verbalmente e impediu que mulher operada passasse em bloqueio - Extra de Rondônia

O vilhenense Adriano Carminatti, de 40 anos, entrou em contato com a redação do Extra de Rondônia para relatar sua indignação com os golpistas que bloqueiam a BR-364, em Cacoal.

 

De acordo com Carminatti, no domingo (11), ele estava transportando uma mulher que faz tratamento de câncer em Cacoal e ela havia passado por cirurgia. Porém, os médicos autorizaram que ele a trouxesse de carro para Vilhena.

 

Contudo, quando chegou no bloqueio ele mostrou os laudos médicos e disse que a mulher estava recém-operada, sentia muitas dores e ele precisava seguir viagem.

 

Entretanto, segundo Carminatti, um homem se apresentou e usando palavras de baixo calão e ameaças contra ele disse que se ele quisesse uma viagem tranquila teria que contratar uma ambulância, ou que ele pegasse o desvio de uma estrada vicinal.

 

Todavia, Carminatti já tinha tentado passar pelo desvio, mas como a estrada é muito ruim, cheia de buracos, não quis colocar a vida da mulher em risco.

 

Com medo de ser agredido, o vilhenense seguiu para Rolim de Moura e de lá para Pimenta Bueno, no qual a rodovia também estava fechada pelos antidemocráticos.

 

Registro do veículo em que estava a paciente, sendo escoltado por policiais federais - Foto: Extra de Rondônia

 

Porém, na estrada havia encontrado um comboio de policiais federais e relatou a situação, tendo os federais colocado o carro dele no meio do comboio, e assim conseguiu passar com segurança em Pimenta Bueno.

 

Carminatti ainda conta que tirou uma foto do homem que o ameaçou, e ele mandou que apagasse, mas não apagou e saiu do local, mas percebeu que três motoqueiros estavam o seguindo, por isso, resolveu fazer a volta por Rolim de Moura.

 

Carminatti ressalta que vai procurar a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) e registrar a ocorrência.

 

Veja vídeo completo da agressão verbal CLICANDO AQUI.

Direito ao esquecimento
Como você avalia a gestão do prefeito Armando em Seringueiras?
Qual pré-candidato à Prefeitura de Ouro Preto do Oeste tem sua preferência?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS