CRIME DE VINGANÇA: Exame constata que jovem foi executado com 52 tiros

Policiais civis apuram a execução, que teria sido por vingança

CRIME DE VINGANÇA: Exame constata que jovem foi executado com 52 tiros

Foto: Cápsulas encontradas no local

A necropsia realizada no corpo de Guilherme Matheus Araújo Nóbrega, 20, constatou que ele foi morto com 52 tiros.
 
A princípio no local do crime a Perícia Criminal havia conseguido contar pelo menos 35 perfurações.
 
No entanto, exame realizado no Instituto Médico Legal (IML) apontam que o rapaz foi executado com 52 tiros de pistolas calibre 9mm e .40.
 
Agentes da 2ª Delegacia Especializada em Repressão a Crimes Contra a Vida (DERCCV) estão apurando o homicídio.
 
O crime foi registrado na tarde desta sexta-feira (01) em uma residência na Estrada dos Japoneses, quilômetro 5,5, linha Cascalheira, na zona rural da capital.
 
Os policiais civis apuram a execução, que teria sido por vingança.
 
Guilherme seria um dos autores da execução, também a tiros, do jovem Renan Marques da Silva, 20, no último dia 13 de junho em uma residência na Rua Tamareira com Paulo Francis, bairro Conceição, na zona Sul de Porto Velho (RO).
 
Guilherme e um comparsa teriam ido até o local em um veículo modelo Montana de cor preta e praticaram a execução.
 
Ainda segundo a polícia, o comparsa de Guilherme recentemente foi alvo de ataque a tiros, mas sobreviveu.
 
Após o homicídio, uma motocicleta de placa NCV-4237 foi encontrada incendiada na região. A Polícia Civil apura se ela teria sido a mesma usada na execução de Guilherme.

Galeria de Fotos da Notícia

CRIME DE VINGANÇA: Exame constata que jovem foi executado com 52 tiros

Direito ao esquecimento
Como você classifica o mandato do prefeito Moisés Cavalheiro em Itapuã do Oeste?
Como resolver o problema dos animais de rua?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS