TAISSA SOUSA: Deputada participa de programa de TV e discute questões do povo rondoniense

Ponte Binacional e Hospital de Guajará-Mirim são temas da entrevista

TAISSA SOUSA: Deputada participa de programa de TV e discute questões do povo rondoniense

Foto: Assessoria

Na última quarta-feira, dia 16, a deputada estadual Dra. Taissa Sousa foi convidada a participar do programa "News Rondônia", onde foi entrevistada pelo apresentador Carlos Caldeira. Durante a entrevista, o apresentador elogiou a atuação da parlamentar no início de seu mandato.
 
 
A conversa teve início com a inauguração do porto IP4 às margens do Rio Mamoré, um marco importante para Guajará-Mirim. O evento também abordou a intenção de construir a ponte binacional que conectará o Brasil à Bolívia.
 
 
"A participação nesse evento foi muito satisfatória para mim. O novo porto é de grande relevância para a população local, trazendo benefícios econômicos à região. Quanto à ponte binacional, é uma bandeira que defendo há muito tempo, mesmo antes de meu mandato. Compreendo sua importância para desbloquear o desenvolvimento econômico e gerar empregos", compartilhou a deputada.
 
 
Dra. Taissa adiantou que em breve, no dia 21, haverá uma reunião para finalizar os trâmites burocráticos e lançar a licitação visando o início da construção da ponte.
 
 
"Representantes do governo boliviano estarão presentes nessa reunião para acertar os detalhes finais. A licitação já havia sido iniciada, mas precisou ser interrompida devido a uma documentação faltante por parte da Bolívia. Com essa fase concluída, poderemos em breve identificar a empresa responsável por essa obra tão significativa, a qual acompanharei de perto."
 
 
A deputada também mencionou suas emendas destinadas à região de Guajará-Mirim, destacando o envio de R$ 480 mil para a construção de um posto de saúde avançado no Ramal do Pompeu, que beneficiará os habitantes da zona rural.
 
 
No âmbito da saúde, Dra. Taissa lembrou do Programa Saúde Cidadã, um projeto originado de sua indicação nas primeiras semanas de mandato e que, implementado pelo Governo do Estado, já atendeu mais de duas mil pessoas.
 
 
"Realizamos a primeira etapa em Guajará-Mirim, onde oferecemos mil atendimentos em um único dia, com a participação de dez médicos especialistas em parceria com a SESAU. Em Nova Mamoré, foram 800 atendimentos em um único dia. Em Nova Dimensão e União Bandeirantes, ultrapassamos 700 atendimentos. Priorizamos locais onde há grande necessidade desse tipo de programa", relatou a deputada.
 
 
A entrevistada também abordou a doação de cadeiras de rodas e de banho ao Hospital João Paulo II, resultado de suas fiscalizações e esforços em busca de melhorias para a unidade hospitalar.
 
 
Outro tópico da entrevista foi o "Agosto Lilás" e a urgência de aprimorar as políticas públicas voltadas para a segurança da mulher, especialmente diante do
aumento das denúncias de violência doméstica em Rondônia. Comparado ao mesmo período do ano anterior, o índice dobrou.
 
 
"Esses dados alarmantes demandam ação. Precisamos de políticas públicas que garantam maior segurança às mulheres. Devemos conscientizar tanto os homens, para que tenham autocontrole, quanto as mulheres, que precisam ter coragem para denunciar. Como presidente da Comissão de Defesa da Criança, Adolescente, Mulher e Idosos, tenho trabalhado em conjunto com diversas instituições e a Rede Lilás para discutir temas como o assédio no ambiente de trabalho. Deixo claro que meu gabinete está aberto para auxiliar todas as mulheres que enfrentam situações de assédio em órgãos públicos", concluiu a deputada.
Direito ao esquecimento
Como você classifica a gestão de Cleiton Cheregatto em Novo Horizonte do Oeste?
Quem é mais culpado pelas enchentes em Porto Velho?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS