BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

'EMPELICADO': Parto considerado raro de gêmeos prematuros é realizado em RO

A beleza de poder ver a olho nu, como o bebê reage e permanece protegido dentro da bolsa é emocionante

FOLHA DO SUL ONLINE

03 de Dezembro de 2020 às 10:50

Foto: Divulgação

 

FOLHA DO SUL ONLINE -  Um parto considerado raro na medicina foi feito na noite da ultima terça-feira, 01, no Hospital Regional de Vilhena, onde uma jovem mulher deu à luz gêmeos, e um dos bebês foi retirado da barriga da mãe ainda na bolsa gestacional.

 
O fenômeno, que recebe o nome de “parto empelicado”, chamou a atenção da equipe formada pelos e obstetras Gilberto Povoas Júnior, Junara Dutra e o anestesista Maury Zangalli Júnior, uma vez que a ocorrência é rara e o médico responsável pelo procedimento, o presenciou poucas vezes em sua longa trajetória no ramo.
 
Como a gestação era de gêmeos, o fenômeno se torna ainda mais raro, sem contar que a cirurgia foi de emergência e os bebês tiveram que ser retirados prematuramente.
 
Após ter acesso ao vídeo feito logo após o procedimento cirúrgico, a reportagem do Folha procurou o obstetra Gilberto, que afirmou que primeiro a nascer foi um menino, porém, a bolsa gestacional acabou se rompendo na hora, no entanto, o segundo bebê, que é uma menina, foi retirado do ventre da mãe com a bolsa preservada como mostra na imagem.
 
A beleza de poder ver a olho nu, como o bebê reage e permanece protegido dentro da bolsa é emocionante e certamente inesquecível para quem presencia.
 
Devido a motivos éticos, Gilberto não forneceu detalhes sobre o estado de saúde da mãe e dos bebês, mas afirmou que o parto emocionou a equipe.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS