TRATAMENTO: Pacientes com quadro grave de dengue são atendidos no Cemetron

A unidade atende, através da regulação, pacientes maiores de 14 anos e que apresentem critérios de gravidade

TRATAMENTO: Pacientes com quadro grave de dengue são atendidos no Cemetron

Foto: assessoria

Em caso de suspeita de dengue, ao apresentar sintomas como febre, dores no corpo, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, fadiga e erupções cutâneas, a pessoa deve buscar o primeiro atendimento e evitar a automedicação. A orientação é da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), reforçando que a população deve buscar o primeiro atendimento nas Unidade Básicas de Saúde (UBS) ou na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Mas informa que, casos graves serão encaminhados ao Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), em Porto Velho, via regulação. 
 
O Cemetron é referência no atendimento às doenças infectocontagiosas e tropicais, e nesse período de maior cuidado com as complicações da dengue, vem realizando através da regulação, atendimentos e exames para casos de dengue grave, com o objetivo de contribuir para o tratamento ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS). 
 
Em 2023, foram encaminhados ao pronto atendimento do Cemetron 88 pacientes com dengue, e entre eles, 21 estavam com dengue hemorrágica, que é um quadro mais complicado da doença. Já em janeiro deste ano, foram 3 casos, com apenas uma internação. A diretora da unidade, Mariana  Ayres, alerta sobre o risco da automedicação. 
 
O secretário de Estado da Saúde, Jefferson Rocha enfatizou que, a conscientização contra a dengue é fundamental, principalmente quanto à eliminação de possíveis criadouros do mosquito transmissor. “Estamos levando informações para que, com o reconhecimento dos sintomas da dengue, a população possa buscar ajuda médica. A prevenção começa quando limpamos os quintais, não deixando água parada e eliminando os focos dos mosquitos”, ressaltou.
 
ATENDIMENTO 
 
A unidade atende, através da regulação, pacientes maiores de 14 anos e que apresentem critérios de gravidade, como: dor abdominal, vômitos que não melhoram com medicação, derrames cavitários, hipotensão, letargia ou irritabilidade, desidratação grave e sangramentos. 
 
O Cemetron disponibiliza profissionais para realizar atendimento clínico de dengue, conforme preconizado pelo Ministério da Saúde. Os exames são realizados em parceria com Centro de Pesquisa Tropical de Rondônia (Cepem) e Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen).
 
SINTOMAS
 
Febre alta;
Dores musculares e articulares; 
Dor de cabeça intensa; 
Fadiga e fraqueza; 
Erupções cutâneas; 
Sangramento; 
Náuseas e vômitos;
Direito ao esquecimento
Como você classifica a gestão de Cleiton Cheregatto em Novo Horizonte do Oeste?
Quem é mais culpado pelas enchentes em Porto Velho?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS