BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Votar é um ato de responsabilidade - Por Valdemir Caldas

Por Valdemir Caldas

Por Valdemir Caldas

01 de Junho de 2020 às 10:42

Foto: Divulgação

No momento em que as ambições politicas se assanham no município de Porto Velho, movidas pela aproximação das eleições municipais, tornar-se imperioso que o eleitor redobre os cuidados para não cair, mais uma vez, na cantilena demagógica de candidatos espertalhões. 

Por enquanto, estima-se que quase quinhentos pré-candidatos intencionam disputar uma das vinte e uma cadeiras da Câmara Municipal, o que corresponde a vinte e três pretendentes para cada vaga. Será uma briga de foice no escuro.

A politica, como ciência, atrai e muito. Como instrumento para alcançar o poder, atrai muitas vezes uma legião de abutres, como se fosse carne necrosada. Hoje, com honrosas exceções, muitos buscam um mandato com a intenção de saquear o erário. Alguns são velhos conhecidos da população. Outros chegam a fazer planos e contabilizar, desde logo, as vantagens que serão auferidas, não se importando com o fato de que toda a sociedade está vendo, sofrendo e repudiando. Acham que alguns discursos comoventes e algumas migalhas distribuídas às vésperas das eleições servirão para embair a consciência do povo.

Por isso (repito) a importância de o eleitor prestar muita atenção naqueles que se lhe apresentarão como candidatos, para não cometer a asneira de escolher um espertalhão, mascarado de cidadão decente, que só quer se eleger para engordar sua conta bancária, encher as repartições de apaniguados, fazer negociatas, enfim, transformar o mandato outorgado pelo povo em instrumento de barganha, do “é dando que se recebe”.

Vai ver nunca ouviu falar da Lei Orgânica do Município de Porto Velho, tampouco sabe para que serve o Regimento Interno da Câmara, tornando-se, assim, presa fácil de ser manipulada por lobos famintos.  Mas nem tudo está perdido. Há, no meio de tanto joio, uma significativa quantidade de trigo, basta que o eleitor saiba separar corretamente. São pessoas sérias, competentes e bem-intencionadas, que se notabilizaram pelo exemplo, reconhecidas e respeitadas em suas áreas de atuação, com condições para enriquecerem de forma notável o parlamento municipal com suas presenças. Votar é um ato de responsabilidade. Que o eleitor pense nisso de apertar o teclado da urna eletrônica.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS