COM FAIXAS: PRF ameaça de prisão manifestantes contra Bolsonaro

Mesmo distantes de grades, agente da PRF falou alto e disse que ia prendê-los se continuassem ali

COM FAIXAS: PRF ameaça de prisão manifestantes contra Bolsonaro

Foto: Agente da PRF ordena retirada de faixas e é questionado por manifestante - Reprodução de vídeo

Um vídeo divulgado no final da quinta-feira (03), causou debate nas redes sociais: um agente da Polícia Rodoviária Federal ameaçou recolher faixas e prender manifestantes que faziam um protesto pacífico contra o presidente Jair Bolsonaro, próximo ao Palácio Rio Madeira (antigo CPA).
 
Logo na sequência, ele vira de costas e manifestante continua tentando conversar - Reprodução de vídeo
 
Bolsonaro se encontrou no local com o presidente do Peru, Pedro Castillo. No vídeo enviado ao Rondoniaovivo, é possível ver que o grupo estava distante das grades colocadas para evitar que pessoas invadissem o local. Eles estavam com faixas com frases como “Fora Bolsonaro” e a favor da ciência.
 
 
 
 
 
 
Diálogo
 
O vídeo começa com o policial já exaltado:
 
- “Não tô nem lendo o que está escrito na faixa. Abaixa a faixa, por favor”.
 
Apesar da tentativa dos manifestantes tentarem dialogar e mostrar que há faixas de apoio ao presidente dentro do cercadinho, o policial volta e diz que é uma área de segurança, mas faz a ameaça:
 
- Se o senhor não obedecer, vai ser conduzido! Estou dando uma ordem pro senhor! Vai ser conduzido por desobediência! Baixa as faixas pô! 
 
Uma outra manifestante pergunta o motivo de não poder ter faixa, mesmo sendo uma manifestação pacífica, e ele segue em voz alta:
 
- Isso é uma ordem policial!   
 
Nas redes sociais, os participantes do ato tiveram apoio, mas outras pessoas acharam a ação dos agentes da PRF correta, mesmo em tom de ameaça.
 
 
 
Silêncio
 
Em um primeiro contato, na tarde da quinta-feira (04), a assessoria de comunicação da PRF em Rondônia respondeu que “antes de falar com a equipe, não há como emitir pronunciamento oficial. Como estamos demandados na ação [visita do presidente], não haverá emissão de nota”.
 
Horas depois, o representante do setor afirmou que “encaminhou as questões para a direção-geral em Brasília para posterior análise e pronunciamento oficial”.
 
Ações
 
A Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania de Rondônia (Sesdec) afirmou em nota que “não compactua com tal atitude” por parte da PRF, “já que a Polícia Militar estava no evento a fim de fazer o policiamento e evitar qualquer tipo de imprevisto”. 
 
O Rondoniaovivo entrou em contato com o Ministério Público Federal (MPF) em Rondônia, que divulgou que o procurador da República, Raphael Beviláqua, vai instaurar um procedimento investigatório e apurar a conduta dos policiais rodoviários federais envolvidos no suposto abuso de autoridade.
Direito ao esquecimento
Como você classifica os serviços da Energisa?
Como você classifica a gestão do prefeito Hildon Chaves em Porto Velho?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS