BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

PRODUTIVIDADE: Plantio de soja da safra 2020/2021 é aberto oficialmente

este ano as projeções da Aprosoja Brasil são de aumento de 3,81% da área plantada, que deve alcançar 38,43 milhões de hectares

APROSOJA BRASIL

26 de Setembro de 2020 às 10:23

Foto: Divulgação

 

APROSOJA BRASIL - O Plantio de Soja da Safra 2020/2021 foi aberto oficialmente na última quinta-feira (24.9) durante evento realizado na Fazenda Dois Corações, em Capinópolis (MG). O evento faz parte do Projeto Soja Brasil, uma parceria entre a Aprosoja Brasil, Canal Rural que está em sua nona edição.
 
Nem mesmo o distanciamento social, por conta da pandemia de coronavírus, diminuiu o tamanho da festa que foi transmitida ao vivo de maneira conectada e multiplataforma, mas sem a presença de público no local do plantio.
 
Para este ano as projeções da Aprosoja Brasil são de aumento de 3,81% da área plantada, que deve alcançar 38,43 milhões de hectares. A produtividade deve ter uma elevação de 0,76%, chegando aos 3,36 toneladas/ha, e a produção atingirá 129,15 milhões de toneladas, um crescimento de 3,44% em relação ao ciclo 2019/2020.
 
“Foi um grande evento, que mostrou a diversificação e o potencial da agricultura mineira. Após a abertura, tivemos a oportunidade de recepcionar e conversar sobre temas importantes para o setor com o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, com a secretária de Estado da Agricultura, Ana Valentini, e com o deputado federal Zé Vitor (PL/MG), o único membro da Frente Parlamentar da Agropecuária presente ao evento”, comentou o presidente da Aprosoja Brasil, Bartolomeu Braz.
 
Com a voz embargada, o anfitrião do evento, o presidente da Aprosoja Minas Gerais, Wesley Barbosa de Freitas, falou sobre a importância deste tipo de evento. “É poder mostrar ao Brasil e ao mundo quem são os produtores por trás desta safra. Muitas vezes, falamos dos grandes números e não mostramos quem são eles, não falamos sobre como produzem com responsabilidade social e ambiental, e muito carinho. Nós trabalhamos de sol a sol e agora podemos mostrar isso para toda a sociedade”, afirmou Freitas.
 
Também marcaram presença o presidente da Aprosoja MT e vice-presidente da Aprosoja Brasil, Antônio Galvan, o presidente da Aprosoja Santa Catarina, Alexandre Di Domênico, o presidente da Aprosoja Maranhão, José Carlos Oliveira de Paula, o presidente da Aprosoja São Paulo, Gustavo Chavaglia, o deputado estadual Frederico D’ávila (SP), o vice-presidente da Aprosoja GO, Rogério Vian, o vice-presidente da Aprosoja Rondônia, Guilherme Teodoro, o diretor executivo da Aprosoja Brasil Fabrício Rosa, o ex-presidente da entidade e atual vice-presidente da Federação de Agricultura de Mato Grosso (Famato), Marcos da Rosa, além de produtores, representantes de entidades de classe e pesquisadores.
 
Os presidentes da Aprosoja Bahia, Alan Juliani, da Aprosoja Goiás, Adriano Barzotto, da Aprosoja Paraná, Márcio Bonesi, e da Aprosoja Mato Grosso do Sul, André Dobashi, participaram de forma remota.
 
O evento teve a participação via internet do diretor de Inovação do Ministério da Agricultura, Cleber Soares, que falou sobre a Política Nacional de Bioinsumos. O secretário de Política Agrícola do Mapa, Cesar Halum, respondeu questões sobre formas de tornar mais amplo as ferramentas de seguro agrícola. O meteorologista Celso Oliveira, da Somar, falou sobre as possibilidades de ocorrência do fenômeno La Niña na safra 20/21. O analista da consultoria Safras & Mercado, Luiz Fernando Gutierrez, falou sobre a influência do clima nos preços da soja no Brasil.
 
O professor de economia da Universidade de São Paulo (USP) Celso Grisi confirmou que 2021 promete ser um ano mais desafiador para a gestão financeira das propriedades. O encontro teve também, a participação do Chefe Adjunto de Transferência de Tecnologia da Emprapa Soja, Alvadi Balbinot, que falou sobre melhoramento genético para sementes.
 
 
 
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS