COSTA MARQUES: Produtores receberão mudas de capiaçu para melhorar produtividade

O capim capiaçu já se comprou ser um capim com alto valor nutritivo, que apresenta um teor de proteína de até 10%

COSTA MARQUES: Produtores receberão mudas de capiaçu para melhorar produtividade

Foto: Divulgação

 

Uma parceria entre a Emater-RO e Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri) com apoio da Associação dos Produtores Rurais do setor Serra Grande (Asproseg) e Agroindústria Ouro Fino está incentivando produtores rurais do município de Costa Marques a investir em forrageiras para suplementação alimentar do rebanho no período da estiagem.
 
 
A iniciativa visa evitar a perda de produtividade do rebanho leiteiro na região.
 
 
Os técnicos da Emater-RO do escritório local de Costa Marques contaram com o apoio dos colegas de São Francisco do Guaporé para, junto com a Semagri, implantar um hectare de capim elefante da variedade Capiaçu.
 
 
“A ideia é distribuir gratuitamente as mudas formadas aos produtores da região” diz o gerente da Emater-RO local, Jorge Mugrabi.
 
 
O Capiaçu foi desenvolvido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) do setor gado de leite e registrada em 2015. Essa forrageira se caracteriza pelo seu alto rendimento de matéria seca, elevado teor de proteína e menor custo ao produtor, quando comparada com outras forrageiras e com a cana de açúcar.
 
 
Segundo a gerente regional da Emater-RO do Vale do Guaporé, Jaqueline Ribeiro Rosa, “essa variedade tem encantado produtores rurais em todas as regiões do estado, principalmente pelas características morfológicas da planta, que tem porte alto, cresce até quatro metros, tem folhas largas e crescimento ereto, o que facilita o corte.”
 
 
Ela complementa ainda, dizendo que a forrageira possui alto rendimento de biomassa, alcançando até 300 toneladas de massa verde por hectare/ano.
 
O Capiaçu já se comprou ser um capim com alto valor nutritivo, que apresenta um teor de proteína de até 10%. É uma forrageira que pode ser usada verde, picada no cocho, ou na forma de silagem e, neste caso, com uma redução dos custos de até 70% em relação à silagem de milho.
 
 
As mudas deverão ser distribuídas aos produtores rurais de Costa Marques  através pela Semagri. “Nosso objetivo é fornecer as mudas para aumento da produção de forrageiras no município, beneficiando os agricultores locais”. Finaliza o secretário municipal de agricultura, Luiz Pinho.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Soneli dos Santos

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS