Anne Cleyanne, do Instituto Banzeiro da Amazônia, é destaque no Programa 'Domingão com Hulk'

Ao se deparar com uma menina de 13 anos grávida do próprio pai durante um estágio, ela sentiu ainda mais a urgência de agir

Anne Cleyanne, do Instituto Banzeiro da Amazônia,  é destaque no Programa 'Domingão com Hulk'

Foto: Divulgação

A psicóloga rondoniense Anne Cleyanne Alves, de 34 anos, participou na tarde de domingo (28) do quadro "Gente que faz o bem" no programa “Domingão do Hulk”, apresentado por Luciano Hulk na rede Globo de Televisão.

 

Rondônia ganhou visibilidade nacional, através de Anne que contou sua história de superação após ter sofrido abusos sexuais na infância. Anne Cleyanne lutou, estudou, se formou e voltou para Rondônia para ajudar outras crianças, adolescentes e mulheres vítimas de violências.

 

 

A violência contra mulheres e meninas assume muitas formas, muitas vezes se disfarçando de amor, carinho e até mesmo de elementos folclóricos, como é o caso do mito do boto na Amazônia. Esse mito, que envolve um golfinho de água doce. Desde os estágios de sua Faculdade atua em Políticas Públicas com a intenção de combater essa realidade transgeracional, com o intuito de quebrar o ciclo e que as próximas gerações não precisem passar pelo que ela é tantas outras mulheres passou. Proteger as Crianças e adolescentes é um dever de todos nós.


A história de Anne Cleyanne Alves é inspiradora. Ainda estudante de psicologia em 2011, ela ficou chocada ao ouvir sobre a violência doméstica e o mito do boto. Sua revolta a impulsionou a entender melhor por que os agressores não eram responsabilizados.

 


 

Ao se deparar com uma menina de 13 anos grávida do próprio pai durante um estágio, ela sentiu ainda mais a urgência de agir. A atitude dela em transformar sua indignação em ação é um exemplo poderoso de como enfrentar a naturalização da violência e lutar por mudanças significativas.


A história de vida de Anne é realmente marcada por desafios difíceis. Sua determinação em superar as adversidades e transformar sua dor em força é inspiradora. É impressionante como ela encontrou maneiras de continuar seus estudos e seguir adiante, mesmo diante de tantos obstáculos. Sua história mostra como a resiliência e a busca por ajuda podem fazer a diferença na vida de alguém. O trabalho que ela realiza agora, ajudando outras mulheres e meninas, é um testemunho do seu comprometimento em criar um impacto positivo no mundo.

 

Atualmente Anne Cleyanne é CEO do Instituto Banzeiro da Amazônia que tem o objetivo de executar projetos voltados aos povos da floresta e coordenadora do Fórum de direitos da criança e do adolescente de Rondônia.
 

Direito ao esquecimento
Como você avalia a gestão do prefeito Armando em Seringueiras?
Qual pré-candidato à Prefeitura de Ouro Preto do Oeste tem sua preferência?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS