BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Governo ignora Assembleia e não fala sobre abandono das estradas

Confira a coluna de Cícero Moura

CÍCERO MOURA / RONDONIAOVIVO

01 de Maio de 2020 às 10:47

Atualizada em : 01 de Maio de 2020 às 10:48

Foto: Divulgação

 
MASSACRE
Enquete do Rondoniaovivo reforçou o descontentamento da população ao trabalho do governo na manutenção das rodovias. Quase 90% dos internautas responderam que as estradas estão mal cuidas e sem conservação.
 
PRÓXIMOS DIAS 
Vários políticos, tanto a favor como contrários ao governo Marcos Rocha, afirmam que só há um caminho para o Diretor Geral do DER/RO ( Departamento de Estradas de Rodagem), Erasmo Meireles de Sá. “ Se ele não pedir a conta ou o  Marcos Rocha não trocar imediatamente, o governo vai aumentar ainda mais o desgaste da imagem junto à população”, enfatizou um deputado aliado do governo.
 
SABATINADO
Na terça-feira, o diretor do DER foi questionado pelos deputados sobre o abandono das estradas e a falta de projetos de manutenção. Erasmo Meireles enrolou e não respondeu nada de concreto sobre o assunto. 
 
NÃO ERA VERDADE
Segundo os deputados, de 11 projetos anunciados pelo governo para melhoria de rodovias apenas um efetivamente existe e está tramitando na Superintendência de Licitação do Estado ( Supel). 
 
OUTRO LADO
Uma fonte informou que o governador Marcos Rocha deverá se manifestar sobre as críticas vindas da Assembleia. Ainda não há data para isso. Até esse momento, já se passaram 03 dias, Marcos Rocha segue calado.  
 
PROJETO PILOTO
A pandemia mundial tem revelado uma tendência que veio para ficar. De um canto ao outro do Mundo é possível observar drones entregando compras, fiscalizando aglomerações e pessoas nas ruas. Além de espionar o que a população anda fazendo, os drones também estão sendo usados para passar orientações sobre o coronavírus. 
 
IRRESPONSABILIDADE 
Uma jovem, de 20 anos, foi presa no Ceará fazendo festa em sua casa na cidade de Camocim, distante 355 km de Fortaleza. A mulher foi denunciada por vizinhos que reclamaram do barulho e da aglomeração de pessoas.
 
AVISO E PRISÃO
Quando a PM chegou no local deu uma bronca na mulher e alertou sobre os ricos das aglomerações. Ela concordou com os argumentos dos PMs, desligou o som e mandou as pessoas embora. Minutos após os policiais saírem do local, a festa recomeçou.
 
PILANTRA SENDO PILANTRA
A Polícia Militar retornou e ouviu da jovem que ela não estava fazendo nada de errado, apenas comemorava o recebimento do auxílio emergencial de R$ 600,00, destinado a ajudar trabalhadores autônomos e informais que estão sem salário por conta da Pandemia.
 
NO CAMBURÃO
Para alegria da vizinhança, a jovem abusada foi colocada no camburão e levada presa. Na delegacia assinou Termo Circunstanciado e foi liberada. Se condenada pode pegar uma pena  de 15 dias a 03 meses de prisão.
 
FALANDO EM AUXILIO EMERGENCIAL
Moradores do distrito de Extrema, 350 km da capital, avisam que estão sem poder sacar o auxílio emergencial. De acordo com a população, a única lotérica do distrito estaria fechada há 04 dias.
 
SEM PUNIÇÃO
A Assembleia Legislativa de Rondônia aprovou Proposta de Emenda à Constituição Estadual (PEC), feita pelo deputado Jair Montes, que concede anistia às sanções aplicadas a todos os agentes penitenciários que fizeram manifestações públicas visando melhoria salarial e das condições de trabalho dos servidores.
 
MOVIMENTO
Vale lembrar que logo no início do governo Marcos Rocha, os agentes fizeram greve. Eles protestaram contra um veto do governador ao realinhamento de salários e plano de carreira. Marcos Rocha teria feito às promessas quando então Secretário de Justiça.
 
PERSEGUIÇÃO
Em ofício, o Sindicato dos Agentes Penitenciários (Singeperon) comunicou os deputados que estariam sendo aplicadas retaliações aos agentes  após o movimento grevista.
 
OUTRO LADO
O governo negou que a categoria estaria sendo perseguida. A Sejus também informou que vem sendo feito um estudo para avaliar a possibilidade de repor perdas salariais dos agentes.
 
RUAS SERÃO FECHADAS EM SÃO PAULO
O prefeito Bruno Covas disse que vai mandar bloquear em definitivo algumas ruas de São Paulo, tudo por conta do combate ao vírus chinês. A medida vale à partir de segunda-feira,4.
 
CARAVANAS SEGUEM PARA MANIFESTAÇÃO 
 
Os eleitores de Bolsonaro começam a se deslocar para Brasília neste 1o de maio, tudo para participar de manifestação programada para o dia 3 de maio, cujo os slogans principais são estas três hashtags:
 
#PelaReformadoGuedes
#ForaMaia
#FechadoscomBolsonaro
 
NEM HÁ MAIS O QUE FALAR
Essa iniciativa dos simpatizantes de Jair Bolsonaro vai na contramão de tudo que vem sendo feito para evitar riscos de contaminação do novo coronavírus. 
 
STF DÁ PRAZO DE 5 DIAS 
O ministro Celso de Melo, STF, mandou que o ex-ministro Sérgio Mor seja ouvido em até cinco dias, tudo para que ele confirme suas declarações sobre interferências de Bolsonaro nas atividades da Polícia Federal. O ministro também quer que Moro apresente provas.
 
PGR
O inquérito foi pedido pela Procuradoria Geral da República, que quer apurar se foram cometidos os crimes de falsidade ideológica, coação no curso do processo, advocacia administrativa, prevaricação, obstrução de Justiça, corrupção passiva privilegiada, denunciação caluniosa e crime contra a honra.
 
 
55,6% CONCORDAM COM ADIAMENTO DE ELEIÇÕES 
55,6% dos brasileiros acham que as eleições municipais podem mesmo ser transferidas de outubro para dezembro, conforme resultado de pesquisa de opinião pública do Instituto Paraná.
 
Eis os números:
 
A favor, 55,6%
Contra, 37,8%
Não sabe ou não opina, 6,6%
 
MAIS DESEMPREGADOS
 
O impacto da pandemia do coronavírus foi brutal sobre a economia do Brasil. Em apenas três meses pulverizou 1,2 milhão de empregos e fez o país voltar ao fim de 2018 em termos de taxa de desemprego.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS