SINTERO: O que fazer quando a/o titular do precatório faleceu?

Mais de 4 mil filiadas e filiados do SINTERO recebem o valor. Pagamento, segundo o TJ, segue por ordem alfabética

SINTERO: O que fazer quando a/o titular do precatório faleceu?

Foto: Reprodução

 "E se a/o titular do precatório morreu?" Essa é uma das principais dúvidas que o SINTERO tem recebido ao que se refere a ação dos pagamentos dos Precatórios das Professoras/Professores. A ação perdurou por mais de duas décadas, mas enfim, as filiadas e os filiados do SINTERO podem comemorar a vitória. Os pagamentos, que seguem uma ordem alfabética, dessa ação são exclusivamente para as filiadas/filiados do SINTERO.  
 
Em reposta ao questionamento, o pagamento do Precatório das Professoras/Professores para as herdeiras e herdeiros seguem, de acordo com o Tribunal de Justiça de Rondônia, a Resolução de nº 303 de 18/12/2019 do Conselho Nacional de Justiça, que diz que diante do falecimento do titular tem que ser feito a habilitação na Vara de Origem do processo, bem como fazer um formal de sobrepartilha em cartório e após solicitar o pagamento ao Tribunal de Justiça, todo processo deverá ser feito por meio de um advogado particular.
 
Dúvidas em relação aos pagamentos ou não pagamentos dos Precatórios das Professoras/Professores podem ser encaminhadas para o contato da Secretaria de Assuntos Jurídicos, que também é Whatsapp, (69) 9 9996-9006.
Direito ao esquecimento
Nos últimos 25 anos, qual prefeito de Porto Velho teve a melhor gestão?
Como você classifica a gestão de Alex Testoni em Ouro Preto do Oeste?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS